Luís Gaspar Dâmaso

Direção coral . Ensino

Natural da Covilhã, Luís Gaspar Dâmaso ingressou na EPABI – Escola Profissional de Música da Covilhã em 1992, na classe de Trompete de Fernando Jorge Ribeiro, tendo concluído o Curso de Instrumento em 1999.

Participou em diversos cursos de aperfeiçoamento, destacando-se os realizados no Cartaxo (1998) e em Oliveira do Bairro (1996) com José Augusto Carneiro e com Bruno Nouvion, no Seixal (1998).

Participou ainda em estágios de orquestra com Christopher Bochmann, integrando a Orquestra Sinfónica Juvenil (1996, 1997 e 1998) e com Luís Cipriano e Richard Ortien, integrando a Orquestra Sinfónica da EPABI (1997 e 1998).

É licenciado em Música pela ESE do Instituto Politécnico de Setúbal, onde trabalhou com os professores António Vasconcelos e José Carlos Godinho (Pedagogia e Didática Musical) e Maria Clara Correia (Técnica Vocal e Prática Coral) e onde fundou o octeto vocal Diabolus in Musica.

É mestre em Educação Musical pela ESECB e mestre em Ensino de Música (Formação Musical e Música de Conjunto) pela ESART – Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco, com a dissertação intitulada Percursos criativos na aula de Música de Câmara – estratégias de composição de repertório próprio, sob orientação da Professora Maria Luísa Correia Carrilho.

Frequentou ainda o curso de doutoramento em Educação na UBI – Universidade da Beira Interior.

A convite da APEM – Associação Portuguesa de Educação Musical, fez parte da equipa de elaboração de conteúdos para o projeto Cantar Mais e na revista desta mesma associação publicou o artigo Composição, Criatividade e desenvolvimento musical (Boletim da APEM, nº137, pp 47-56)

Membro fundador da ACBI – Associação Cultural da Beira Interior, integra o Coro Misto da Beira Interior com o qual alcançou diploma de Ouro na categoria Coros Mistos e na categoria Pop e Jazz, e diploma de Prata na categoria Folclore e na categoria Música Sacra, no 5th International Copernicus Choir Festival and Competition Per Musicam ad Astra, decorrido em Torun, Polónia, em 2017. Nas mesmas categorias, alcançou quatro diplomas de Ouro, integrando igualmente o Coro Misto da Beira Interior, no 1st Adriatic Pearl – Dubrovnik International Choir Festival & Competition, Dubrovnik, Croácia, em 2019.

Enquanto professor responsável pelo Coro da EPABI, alcançou um diploma de Prata na categoria Coros Mistos Juvenis no 3rd Beira Interior International Choir Competition & Festival (Fundão, setembro de 2018).

Na modalidade de composição musical, alcançou o 1º Prémio no concurso Os 80 anos do Orfeão da Covilhã. Cantar e Cantares.

Foi selecionado para o Summer Singing (3ª edição, Braga, Agosto de 2019), evento organizado pela Capella Duriensis, onde teve oportunidade de trabalhar com Jonathan Ayerst, Alan Woodbridge e Inês Flores-Brasil.

Presentemente, é professor na EPABI, no Agrupamento de Escolas de Penedono e na Associação Cultural da Beira Interior.

[ Bio publicada na Meloteca a 06 de outubro de 2020 ]