Luís Campos

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Luís Campos

Trombone

Luís Filipe Brandão Campos nasceu a 22 de Março de 1990, em Freamunde e iniciou os estudos musicais aos 8 anos. Em 2002 foi admitido na Escola Profissional Artística do Vale do Ave – ARTAVE, na classe de trombone de Gonçalo Dias e David Silva, terminando em 2008 com 17 valores.

No mesmo ano, ingressou na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto (ESMAE), na Classe de Trombone de Severo Martinez e David Silva, com a classificação de 18 Valores e terminou a licenciatura em 2012, com o recital de 19 valores.

Em música de câmara trabalhou com os professores David Silva, Severo Martinez, Avelino Ramos, Paulo Silva e Bohdan Sebestik. Frequentou masterclass com os trombonistas, Alexandre Vilela, Jarret Butler, Jon Etterbeek, Severo Martinez, Ricardo Casero, Simon Cowen , Gyorgy Gyiviesan e Rui Pedro. Ao longo da sua atividade artística muitos foram os maestros com quem teve a oportunidade de trabalhar, tal como, Emílio de César, Ernst Schele, António Saiote, Rui Massena, Fernando V. Àrias, Filipe Veríssimo, Jorge Matta, Herman Breuer, Volker Schmidt-Gertenbach, José Ferreira Lobo, Young Min Park, Raul Gutierrez, Félix Carrasco, Michael Meissner, Ferrer Ferran, Wolfang Kurz, entre muitos outros.

Como instrumentista, colaborou com a Orquestra Aproarte, Orquestra Artave, Sinfonieta do Porto, Orquestra de Sopros e Percussão de Lamego, Orquestra Ligeira Pedaços de Nós, Orquestra Sopros de Águeda, Orquestra de Sopros do Piaget de Viseu, Banda Sinfónica Portuguesa – BSP, Orquestra do Minho, Orquestra Siné-Nomine (Lapa) e Orquestra do Norte tendo atuado em Portugal, Espanha e Alemanha. Participou em vários estágios a nível nacional, tais como, II Estágio de Orquestra de Sopros do Piaget de Viseu, I estágio de Banda Sinfónica Sá de Miranda, Missa “In Tempore Belli” de Joseph Haydn com a ESE e a ESMAE, I Estágio de Orquestra de Sopros de Gouveia, I Estágio de Orquestra de Sopros e Percussão de Bragança.

Foi membro da Orquestra do Norte, como Solista B do Naipe de Trombone entre 2009 e 2011, onde realizou concertos de Norte a Sul do País Natal e da Europa. Colaborou com artistas consagrados internacionalmente como Nuno Pinto, Elvira Ferreira, Pedro Telles, Carlos Guilherme, Luís Rodrigues, Ana Paula Russo, Rui Taveira, Patrizia Porzio, Giovanna Lanza, Alejandro Meerapfel, Delphine Doriola, Shun Tominagra, António Rosado, Anne Kasa, Michel Lethiec, entre outros.

Trabalhou direção de Orquestra com António Saiote, Rafa Agulló Albors, José Rafael Pascual Villaplana, Alberto Roque e Jan Cober e direção Coral com Bárbara Franckie e Henrique Piloto.

Teve a oportunidade ainda de dirigir orquestras e bandas tais como Banda de Música de Huelva, Banda Sinfónica do Norte, Grupo de Metais do 1º estágio Sá de Miranda e Orquestra de Sopros da Esmae, Sinfonieta do Porto, Orquestra Ligeira Art e Music, a Banda da Policia da Segurança Pública e o conceituado Festival internacional de Saxofones que decorreu em Novembro de 2012, no Porto.
Exerceu de 2009 a 2010, o cargo de diretor pedagógico e professor de Trombone na Escola de Música e Artes – Movimentos e Variações. Faz parte do grupo “Mr SC & The Wild Bones Gang”, liderado por Sérgio Carolino e Hugo Assunção.
Colaborou com a Big Band da ESMAE, onde acompanhou o grupo European Trio (Anthony Caillet – Euphonium, Sérgio Carolino – Tuba, François Thuillier– Tuba).

Apresentou-se em Maio de 2012, a solo com a Orquestra do Norte no coliseu do Porto sob a regência do maestro José Ferreira Lobo.

Ocupa o cargo de Maestro e Diretor Artístico da Orquestra Sinfónica da Trofa e da Banda de Música da Trofa.

Frequenta a Pós Graduação em Ópera e Estudos Músico- Teatrais (direção de orquestra) e é professor da Classe de Trombone, na Artâmega e na Academia de Música de Castelo de Paiva.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook