Liza Veiga

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Liza Veiga

Soprano

Em 1992, Liza Veiga iniciou a sua carreira artística no Teatro C. A. C., de Torres Vedras. Em 2001, gravou um álbum de música ligeira, apresentando-o em espectáculos por todo o País e estrangeiro, assim como em várias actuações televisivas. Demonstrando grande apetência para o canto lírico, pelo qual optou, iniciou os seus estudos na Escola de Música do Conservatório Nacional, de Lisboa, na classe do cantor José Carlos Xavier.

Realizou concertos no Salão Nobre do Conservatório Nacional, Salão Nobre do Palácio Foz, Museu da Música, Igreja de São Sebastião (Setúbal), Salão Nobre dos Paços do Concelho de Setúbal, entre outros. Integrada num projecto do Atelier de Ópera da EMCN, realizou cerca de doze récitas da ópera “Die Zauberflöte”, de Mozart, interpretando a personagem da Rainha da Noite, nomeadamente no Teatro da Trindade, Quinta da Regaleira, Palácio da Ajuda, e Quinta da Bacalhoa, com encenação de Jorge Listopad. Interpretou a personagem de Despina, da ópera “Cosi fan tutti”, de Mozart, apresentada no Jardim de Inverno do Teatro São Luiz e no Cine-Teatro da Amadora, com encenação de Jorge Listopad. Participou num Concerto Lírico no Festival Internacional FIAR, em Palmela. Cantou a protagonista, Kate, do musical de Cole Porter, “Kiss-me Kate”, ao lado do barítono Luís Rodrigues, no Teatro São Luiz, integrado na série Os Grandes Mestres do Musical Americano, dirigidos por Nuno Feist, com encenação de João Pereira Bastos.

Há cerca de um ano que se encontra na Alemanha com a Karl-Heinz Stracke Inter-World Production, protagonizando Christine, da opereta “Phantom der Oper”, em versão alemã, havendo actuado na Filarmónica de Munique, Teatro de Hannover, Teatro de Sttugart, Teatro de Frankfurt, entre muitos outros. Em 2004, participou no Concurso Internacional de Canto de Bilbao, tendo-se classificado entre as melhores oito vozes femininas, num ratio de 152 concorrentes.

Como cantora lírica, lançou em 2004 o seu primeiro álbum, no qual, entre outras, interpreta árias das óperas “La Traviata”, “Lúcia di Lammermoor”, “Die Zauberflöte” e “Les Contes de Hoffman”, produzido pela Editora Chiado Records e editado por Som Livre (Sony Music). Apresentou-se recentemente em Espanha e Portugal, em concertos com a Orquestra de Cascais e Oeiras, interpretando obras de Marcos Portugal, João de Sousa Carvalho e Wolfgang Amadeus Mozart, sob a direcção de Nikolay Lalov.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook