Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Lia Altavilla

Soprano

Lia Altavilla iniciou os estudos de canto aos 16 anos com Jorge Croner de Vasconcelos, ingressando mais tarde no Conservatório Nacional de Lisboa como aluna de Joana Silva, com quem terminou o Curso Superior com a classificação de 19 valores. Estudou em Lucerne e frequentou os Cursos de Santiago de Compostela e, na mesma cidade, os Cursos de Música Antiga.

Fez parte do Octeto de Madrigalistas dirigido por Fernando Eldoro, e do Coro Gulbenkian, onde colaborou também como solista.

Como bolseira da Gulbenkian, aperfeiçoou os seus estudos em Paris e em Madrid.

Desde 1977, fez parte do Grupo de Cantores Residentes do Teatro Nacional de São Carlos, onde permaneceu até à sua extinção, tendo desempenhado papéis principais nas óperas “Vingança da Cigana”, “Spinalba”, “Guerras de Alecrim e mangerona”, “Amor Industrioso”, “La Bohème”, “O Segredo de Suzana” e outras, destacando-se as mais recentes “As Walkirias” e “Amor das Três Laranjas”.

Paralelamente à ópera, tem desenvolvido grande actividade como cantora de concerto, com diversas orquestras e em muitos pontos do país. Gravou para a RDP e para a RTP.

No estrangeiro, destacam-se as actuações no Centro Cultural Gulbenkian de Paris e diversas digressões a Angola, Moçambique, Zimbabwe e Alemanha. A convite da Fundação Oriente, vários concertos na Índia e em Macau. No Festival dos Cem Dias, desempenhou o papel de “D. Elvira” na ópera D. Giovanni. E a convite da Expo 98, deu dois concertos.

Desempenhou durante sete meses um papel ao lado de Rita Ribeiro, na peça Master Class de Maria Callas, encenada por Filipe La Féria. Tem-se apresentado em concertos diversos em Portugal, não só acompanhada ao piano ou por pequenos grupos de câmara, como também por orquestras, interpretando as mais variadas árias de ópera, destacando-se o encerramento das festas da cidade de Lisboa 99, num mega-concerto com a Orquestra do Norte.

Gravou a obra integral para canto e piano de Francisco de Lacerda.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook