Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

José Lourenço

Tenor

José Lourenço estudou no Conservatório de Música de Genebra, Academia de Artes Performativas de Hong Kong, Estúdio de Ópera do Porto, Royal College of Music (pós-graduação em ópera) e Fundação Calouste Gulbenkian (curso de encenação de ópera).

Fundou e dirigiu a companhia Volte‐face, centrada em projectos músico-cénicos, para a qual encenou vários espectáculos apresentados nas principais salas portuguesas e em digressão na Ásia. Encenações recentes incluem os contos musicais Momo (Festival de Música de Espinho) e Como se faz cor-de-laranja (Casa da Música), a ópera La Voix Humaine no Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, a fantasia musical A Lição de Offenbach, a ópera The Boatswain’s Mate e o espectáculo musical Ensaio Aberto em diversas cidades do Algarve. É o actual director artístico da companhia Um&1:Três Teatro e Música.

Na qualidade de cantor, iniciou o percurso profissional na Ásia, onde viveu entre 1992 e 1999. Em Hong Kong e Macau, interpretou papéis em óperas como Suzanna’s Secret, Turandot, La Vie Parisienne, Of Thee I Sing, As Bodas de Fígaro e Die Fledermaus. Em Portugal, cantou em produções operáticas do Teatro S. Luiz (estreia absoluta de Evil Machines), Teatro da Trin‐ dade (estreia absoluta de Os Fugitivos), CCB (estreia absoluta da cantata cénica Aos Peixes), e ainda Fundação Calouste Gulbenkian/CAM, Teatro de São Carlos e Ópera Norte, entre outros. Actuou também como actor em espectáculos músico-cénicos no Teatro Nacional S. João, Casa da Música, Centro Cultural Vila Flor e Teatro Sá de Miranda.

Cantou nos teatros de St. Malô, La Péniche Opéra e Opéra Comique (França); St. Paul’s Picadilly, Britten Theatre e numa produção cinematogáfica da ópera-filme Hell for Leather de Dominik Scherrer, premiada em vários festivais internacionais de cinema (Inglaterra); e foi solista no Requiem de Mozart na Basílica de San Zeno em Verona, Itália.

2013