Contactos

Clique no botão, se quiser apresentar os seus contactos no site Meloteca.

José Carlos Oliveira

Direção coral e órgão

José Carlos Oliveira iniciou os estudos musicais como autodidacta, tendo assumido aos treze anos de idade a posição de organista na Igreja de S. José Operário, em Castelo Branco.

Entre Outubro de 1991 e Julho de 1993 iniciou estudos na Academia de Música Eborense. Em Setembro de 1993, ingressou no Curso de Direcção Coral da Escola Superior de Música de Lisboa, concluindo o primeiro ano.

Entre 1991 e 1994, estudou Órgão sucessivamente com João Paulo Janeiro, Antoine Sibertin-Blanc e Rosa Amorim. Em simultâneo, foi aluno de Direcção Coral do 1º Curso Nacional de Música Sacra, realizado pelo Santuário de Fátima e Secretariado Nacional de Música Sacra. Foi professor-assistente no 2º Curso Nacional de Música Sacra. Obteve Menção Honrosa no Concurso de Jovens Organistas, realizado em Leiria em 1997.

Em Julho de 1999 concluiu Licenciatura em Música Sacra, na Escola Superior de Música Sacra de Regensburg (Alemanha) e em Julho de 2000, a Licenciatura em Pedagogia Musical para a disciplina de Órgão, atribuída pela Escola Superior de Música de Munique.

Após o regresso a Portugal exerceu actividade pedagógica, sucessivamente, na Academia de Música Eborense, no Conservatório Regional de Castelo Branco, no Conservatório Regional da Covilhã e na Escola das Artes da Universidade Católica do Porto.

Foi, entre Setembro de 2002 e Agosto de 2008, professor de Órgão no Conservatório de Música de Coimbra.

É, actualmente, docente da Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco, onde lecciona Análise Musical, Prática de Teclado, Harmonização ao piano, Formação Musical e Prática Instrumental de Conjunto. Ocupa o cargo de organista titular do Órgão Willis/Schulte (1928/2013 – 29/II) da Paróquia de S. José Operário, na mesma cidade.

Prepara, presentemente, a sua tese doutoral em Música (Performance) no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro, dedicada especificamente à obra para órgão solo de Paul Hindemith.

Apresenta-se regularmente, em concerto, como solista (órgão) e como director de coro e orquestra.

24 de outubro de 2018