José Carlos Araújo

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

José Carlos Araújo

Cravo, órgão

José Carlos Araújo nasceu em Lisboa em 1988. Fez estudos de cravo e órgão com Cândida Matos e Rui Paiva no Conservatório Nacional, bem como música antiga com André Barroso, Armando Vidal e Stephen Bull na Escola Superior de Música de Lisboa.

Foi membro da Orquestra Barroca do Conservatório Nacional, com a qual, na qualidade de bolseiro da Fundação Rotária Portuguesa, participou no IV Festival Cultural Europeu de Rouen (2003). O seu interesse pelo estudo e prática da música antiga levou-o a contactar com intérpretes e especialistas de renome internacional, em diversos seminários e “masterclasses”, como Jacques Ogg, Roel Dieltiens e Wilbert Hazelzet, na Casa de Mateus, Rinaldo Alessandrini, José Luis Uriol, Miklós Spányi, Gerhard Doderer, Cremilde Rosado Fernandes, Ketil Haugsand, Ana Mafalda Castro, Giorgio Cesaroli ou Hermann Stinders.

Mantém regular actividade como cravista e organista, procurando os seus concertos e recitais incidir muito especialmente sobre a música ibérica para instrumentos de tecla dos séculos XVI a XVIII. A sua actividade de concertista levou-o ao Festival de Cravo de Coimbra, à Temporada de Órgão de Aveiro, ao ciclo de concertos de inauguração do órgão da Igreja de Vagos (Georges Heintz, 2005), à Temporada de Cravo de Óbidos, ao Teatro Nacional de S. Carlos, ou ao Centro Cultural de Belém, bem como a alguns dos mais importantes órgãos históricos portugueses.

Alcançou o Primeiro Prémio e Prémio Especial do Público do Concurso de cravo Carlos Seixas, 2004, realizado na Escola Superior de Música de Lisboa e no Palácio da Independência. É membro da British Harpsichord Society e da Associação Portuguesa dos Amigos do Órgão. Gravou para a Radiodifusão Portuguesa.

11 Abril 2006

Partilhe
Share on Facebook
Facebook