Foto Emília Alves

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

José Bernardo Silva

Trompa

Nascido no Porto em 1979, José Bernardo Silva iniciou os estudos em trompa com 12 anos na Artave. Licenciado em trompa pela Escola Superior de Música de Lisboa, na classe de Jonathan Luxton, estudou também na Hochschule für Musik em Hamburgo com Ab. Koster, e na Escola Superior de Música Rainha Sofia em Madrid com Radovan Vlatkovic, tendo abandonado a escola para se juntar à Orquestra Nacional do Porto.

Foi-lhe atribuída uma bolsa de mérito pelo Instituto Politécnico de Lisboa 1999/2000 e foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian.

Apresentou-se por várias ocasiões por todo o País, em Espanha, Alemanha, República Checa e Finlândia quer em recitais a solo, em música de câmara, e em orquestras.

É membro da Orquestra Nacional do Porto desde 2000. Como artista convidado apresentou-se com: Orquestra Sinfónica da Galiza, Orquestra Gulbenkian, Orquestra Sinfónica Portuguesa, Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra Filarmonia das Beiras, Orquestra do Norte, Orquestra de Câmara Reina Sofia, entre outras. Foi por várias vezes seleccionado para fazer parte de orquestras jovens. Dos maestros com quem trabalhou pode-se destacar: Sir Neville Marriner, Rafael Frübeck de Burgus, Günther Herbig, Jon Nelson, Victor Pablo Pérez, Antoní Rós Marbá, Marc Tardue, Michael Zilm, Muhai Tang, Rudolf Barshai, Klauspeter Seibel, Dieter Chichewiecz, entre outros.

Participou em classes magistrais e cursos de aperfeiçoamento em Portugal, Espanha, República Checa e Finlândia onde estudou com Hermann Baumann, Ab Koster, Radovan Vlatkovic, Bruno Schneider, Javier Bonet, Stefan Dohr, Froydis Ree Wekre, Philip Myers, Fergus McWilliam, Hervé Joulain.

Mantém uma presença assídua em agrupamentos de música de câmara, sendo fundador dos agrupamentos Camerata Senza Misura, Tu B’Horn (duo com o tubista Sérgio Carolino) e Portucale Brass.

Lecionou nas Academias de Música de Paços de Brandão, Vila da Feira e no Conservatório Regional de Gaia, é professor na Escola Profissional de Música de Viana do Castelo, Instituto Piaget de Mirandela e Universidade de Aveiro. Orientou classes de aperfeiçoamento em Ponte de Lima (2000), Oliveira de Azeméis (03/04), Castelo Branco (04).

Foi premiado com o 1º prémio no Concurso Internacional Philip Farkas organizado pela Sociedade Internacional de Trompistas em Lahti, Finlândia, em Agosto de 2002.

Durante a temporada de 2003/04 apresentou-se a solo com a Orquestra da EPMVC (Weber: Concertino) e foi um dos solistas convidados no 36º Congresso Internacional de Trompistas em Valência, Agosto de 2004, tendo se apresentado em recital num no concerto de encerramento a solo com orquestra (na companhia do trompista Abel Pereira, estreia da obra O Mimo de Aparício-Barberán).

É membro da Sociedade Internacional de Trompistas (IHS).

Partilhe
Share on Facebook
Facebook