Contactos

Clique no botão, se quiser apresentar os seus contactos no site Meloteca.

José Badajós

Trombone

José Badajós nasceu em 1989 em Tarouca – Portugal, em 2000 ingressou na Banda Filarmónica De Tarouca, onde posteriormente ingressou na Academia de Música de Tarouca. Em 2007 ingressou no 10º ano na classe de Trombones de Nuno Scarpa na Escola Profissional de Artes de Mirandela, concluindo, em 2010, o 8º grau, obtendo a nota elevada (19) em todas as vertentes da Prova de Aptidão Profissional, onde veio a receber Prémio de Mérito do Ministério da Educação como melhor aluno do curso.

Em 2010 ingressou para a licenciatura em performance na classe de trombones dos professores David Sila e Severo Martinez, na ESMAE, concluindo em 2014.

Em 2015 ingressou no Mestrado em ensino de música na classe do professor Vítor Varia, na Universidade do Minho.

Frequentou vários masterclasses de Trombone orientados por Hugo Assunção, John Itterbeek, Bruno Flahou, Jarret Butler, Daniel Dias, Alexandre Vilela, Rui Pedro Lopes, David Bruchez-Lalli e Andreas Klein.

Durante o seu percurso, trabalhou em diversas orquestras e grupos de câmara: Sinfónica ESPROARTE, Sinfonieta ESMAE; Orquestras de Sopros e Percussão: ESPROARTE, ESMAE e de Tarouca, Orquestra de metais ESPROARTE e orquestra de sopros da AAC, Massive Brass Attack e Mr SC & The Wild Bones Gang; orientadas por maestros como: Pedro Neves, Francesco Belli, Walter Themel, Rafael Montes, Roberto Valdés, Nuno Machado, Maciel Matos, Carlos Marques, Carlos Riazuelo, António Saiote, Sérgio Carolino, Luciano Pereira e Paulo Martins.

Tem trabalhado, também, na área do Jazz, frequentando a Big Band ESMAE, com a qual participou em Oficinas, no âmbito do “Guimarães Jazz”, em 2010 com os membros do grupo “The Story” e em 2011 com “Ralph Alessi and This Against That”.

Membro fundador do grupo Ar de Rastilho e da Dogma Brass Band.
Leciona desde 2013 na Academia de Artes de Chaves e desde 2015 no Conservatório de Música de Paredes, nas classes de trombone e música de câmara.