Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Jorge Salgueiro

Composição

Jorge Salgueiro nasceu em Palmela em 1969. Escreve desde os 14 anos, sendo autor de cerca de 130 obras e aproximadamente 270 arranjos de obras de outros autores.

Da sua obra, destaca-se a sinfonia nº 1 “A Voz dos Deuses” e a nº 2 “Mare Nostrum”, as óperas “O Achamento do Brasil” e “Pino do Verão”, a cantata “O Conquistador”, a “Abertura para Gil”, a fábula sinfónica “A Quinta da Amizade” e o “Requiem pela Humanidade”.

Para além de outras obras sinfónicas para orquestra e para banda, é ainda autor de música de câmara, quer vocal quer instrumental e de música para crianças.

É actualmente compositor residente da Banda da Armada Portuguesa e do grupo de teatro “O Bando”. Dirigiu entre 1987 e 1993 a Orquestra Juvenil dos Loureiros, em 1993 a Café Orquestra, entre 1992 e 1998, o Coral Infantil de Setúbal, entre 1998 e 2000 a Orquestra Didáctica e em 2004 a Orquestra Nacional do Porto. Dirige o grupo “Negros de luz” desde 1995.

A sua obra é regularmente tocada em Portugal, tendo já tido algumas apresentações em diversos países europeus (Espanha, Suécia, Bélgica, Holanda e Letónia) e americanos (México e Estados Unidos). Obteve distinções de Juventude Musical Portuguesa 1988, Academia Luísa Todi 1989, Marinha 1996, Costa Azul 2002, Rotary Club 2004. Jorge Salgueiro preocupa-se com questões da cultura portuguesa, nomeadamente a língua e a preservação da memória e identidade musical portuguesa.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook