Bio+

Jorge Rodrigues

Encenação

Jorge Rodrigues estudou Canto com Maria Cristina de Castro e Línguas e Literaturas Modernas na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Foi convidado pelo Teatro Nacional de São Carlos para exercer as funções de assistente de encenação.

Colaborou, nesta categoria, com Carlos Avilez, Paolo Trevisi, Gino Bechi, Elia Delfosse e Fred Hartmann, entre outros encenadores. Em 1982 ingressou no Coro do Teatro Nacional de São Carlos como membro efectivo.

Nos finais da década de 80 começou a trabalhar regularmente com a Antena 2 da RDP, onde apresentou e assinou, com autoria exclusiva, os programas: Palcos de Ópera; Cantores do Passado; A Palavra Aos Músicos; Vozes do São Carlos; Para a História da Ópera Romântica Italiana e Óperamania.

Foi também apresentador e co-autor, com Paulo Santiago, do programa Dicionário dos Grandes Pianistas. Foi, até Maio de 2007, autor e apresentador do Ritornello, um programa que se manteve em antena durante mais de onze anos, o que constituiu um recorde absoluto de um programa diário em directo na Antena 2.

Estreou-se como encenador em 2004 e desde essa data assinou já a direcção de vários espectáculos de ópera (Dido e Eneias de Purcell; O Elixir do Amor de Donizetti – duas produções; La Dirindina de Domenico Scarlatti; L’Arlecchinata de Salieri; La Serva Padrona de Pergolesi; Don Quichote chez la Duchesse de Boismortier) e do espectáculo Memória dos Anjos, protagonizado por Catarina Molder em 2008.

Em Março de 2007 foi convidado pelas Universidades de Moscovo e de São Petersburgo para proferir conferências sobre a cantora portuguesa Luísa Todi. Apresenta-se regularmente como comentador de concertos. Em colaboração com a Casa Museu Teixeira Lopes, em Gaia, dirige o ciclo “Esculpir a Música”, que ali tem decorrido desde finais de 2007.

É autor do livro Jorge Nuno Pinto da Costa – O Portador de Alegrias, editado em 2008. Em 2009 foi co-autor e apresentador do programa radiofónico Esferas, transmitido diariamente e em directo pela CSB Rádio. Na mesma estação, foi autor do programa Rua do Olival.

Em Julho de 2010 foi escolhido para ser o Anfitrião do Festival Ao Largo, no Teatro Nacional de São Carlos, onde apresentou diariamente todos os concertos e actividades.