Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Jorge Martins

Barítono

Jorge Martins nasceu em Lisboa. Estudou na Escola de Música do Conservatório Nacional onde iniciou os estudos de canto com Cristina de Castro. Posteriormente estudou com Ana Paula Russo, com quem finalizou o curso.

Tem frequentado diversas masterclasses e cursos de aperfeiçoamento, tendo trabalhado com Rudolf Knoll, Elisabete Matos, Enza Ferrari e tendo participado nos cursos internacionais de Verão «Operaplus 2003» e «Operaplus 2004», na Bélgica, orientados por Loh Siew-Tuan, David Miller e Ronny Lauwers e com masterclasses por Sarah Walker, Graham Johnson e Yvonne Minton.

Foi membro do Coro de Câmara de Lisboa e reforço do Coro do Teatro Nacional de São Carlos.

A solo tem interpretado repertório desde o barroco ao contemporâneo entre os quais a cantata Herz und Mund und Tat und Leben de J. S. Bach, a Missa da Coroação, e Requiem (Orq. do Algarve prod.) de W. A. Mozart, Missa e Verbum Caro de Carlos Seixas, Responsoria in Sabbato Sancto e Stabat Mater de José Joaquim dos Santos, Te Deum de M. A. Charpentier, a Canção da Terra e as Canções de um viandante de G. Mahler (versões de câmara de Schönberg), o Te Deum de M. R. Delalande, recitais de compositores portugueses do século XX um dos quais um transmitido em directo pela Antena2.

Interpretou os papéis de Papagueno na ópera A Flauta Mágica, numa versão em português, Colas em Bastien e Bastienne, e Masetto do Don Giovanni (EVI prod.) (Orq. do Algarve prod.) de W. A. Mozart, de Uberto na Serva Padrona (CAMJAP – Gulbenkian prod.) de G. B. Pergolesi, de Buona Fede em Il mondo della Luna de P. A. Avondano, Principe Yamadori na Madama Butterfly (EVI prod.) de G. Puccini, Luka em The Bear (CAMJAP – Gulbenkian prod.) de William Walton, Zuniga na Carmen (Orq. do Norte prod.) de Bizet, Ben em O Telefone de G. C. Menotti, 2 pequenos personagens n’ O Nariz (TNSC prod.) de Chostakovitch, Noé em A Arca de Noé de Britten, Fiorello n’ O barbeiro de Sevilha de G. Rossini (EVI prod.) Belcore no Elixir do amor de Donizetti (EVI prod.), Brighella da Arlecchinata de Salieri (EVI prod.), Marquês em La Traviatta de Verdi(EVI prod.).

Trabalhou sob a orientação e direcção musical de Teresita G. Marques, José Manuel Brandão, Rui Pinheiro, Pedro Moreira, Armando Vidal, João Paulo Santos, José Ferreira Lobo, Max Rabinovitsj, Etienne Lamaison, Tadeusz Serafin, Donato Renzetti, Osvaldo Ferreira, Jean-Sébastien Béreau e Giovanni Andreoli.

Em ópera trabalhou em encenações de Jorge Listopad, Ronny Lauwers, Carlos Avilez, Andrea Lupi, Paula Gomes Ribeiro, Carla Lopes e João Lourenço.

Próximos trabalhos incluem W – ópera de José Júlio Lopes em Dezembro na Culturgest e Papageno na Flauta Mágica de Mozart na temporada deste ano do Teatro Nacional de São Carlos, numa versão dirigida a um público juvenil.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook