João Xavier

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

João Xavier

Piano

João Xavier nasceu em 1993, em Lousada.

Com apenas 26 anos é um jovem pianista promissor, laureado em vários concursos, tendo obtido o 1º lugar no V Concurso de Piano da Póvoa de Varzim, no X Concurso de Piano Florinda Santos e no 12º Concurso Internacional de Santa Cecília. Conquistou ainda o primeiro lugar no Prémio Jovens Músicos 2011 (Piano – nível superior) e, em 2014, o 3º Prémio no Concurso Internacional Jaén, em Espanha.

Apresentou-se já em grandes salas de espetáculos, como o Salão Nobre do Palácio da Bolsa, o Grande Auditório da Fundação Gulbenkian (com a Orquestra Gulbenkian) e a Sala Suggia da Casa da Música (a solo e com a Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música). Tocou ainda com a Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras, em Madrid, Badajoz, Volgogrado e no grande auditório do Conservatório Tchaikovski de Moscovo.

Com aproximadamente 6 anos, ouviu pela primeira vez música clássica. Os seus pais compraram discos com música de Bach, Beethoven e Tchaikovsky. A família ouvia-os em casa, e isso despertou-lhe o interesse e a curiosidade de tal forma, que começou a ouvi-los cada vez mais. A partir daí, não mais parou de ouvir música clássica. Acumulou discos e pediu aos pais que o inscrevessem na então Academia de Música de Lousada.

Atraído pela sonoridade do piano, decidiu aprender o instrumento. Na altura, foi uma decisão quase inconsciente, mas ainda hoje se sente agradecido por ter escolhido o piano.

Durante oito anos, estudou na Academia de Música de Lousada, agora Conservatório do Vale do Sousa, seis dos quais com a professora Luísa Ferreira.

Seguiram-se dois anos com o professor Pedro Burmester na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto. Continuou os estudos com a grande pianista e professora Eliso Virsaladze, primeiro em Florença, na Scuola di Musica di Fiesole, e depois em Moscovo, no conservatório Tchaikovsky, onde terminou o curso.

“O Conservatório é um dos melhores e mais prestigiados a nível mundial, com uma grande tradição ligada a nomes como Tchaikovsky, Rachmaninov, Scriabin e grandes mestres como Neuhaus, Oborin, Goldenweiser e muitos outros” – salientaJoão Xavier. Além disso, tem trabalhado com a “lendária” pianista Eliso Virsaladze, “uma das últimas representantes da grande escola russa de piano”, o que se tem revelado a”experiência mais relevante e inesquecível”.

Fonte: O Louzadense

[ Bio publicada na Meloteca a 17 de março de 2020 ]

Partilhe
Share on Facebook
Facebook