João Rodrigues tenor

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

João Rodrigues

Tenor

João Rodrigues nasceu em Lisboa.

Integrou os elencos das óperas: Porgy and Bess (Crabman); Os mestres cantores de Nuremberga (Aprendiz) e Parsifal (3.º Escudeiro), no Teatro Nacional de São Carlos (TNSC); Le Vin herbè de F. Martin, no Teatro Aberto; Il matrimonio segreto (Paolino) de Cimarosa, Così fan tutte (Ferrando) e A flauta mágica (Tamino), na Fundação Gulbenkian; Susana (Carlos) de A. Keil, e A Floresta (Professor de Música) de E. Carrapatoso, no Teatro São Luiz; A Vingança da Cigana (Pierre) de Leal Moreira, e Raphael, reviens! (Raphael) de B. Cavanna, na Fundação Gulbenkian; Francesca da Rimini(Dante Alighieri) de Rachmaninov, e Salome (4.º Judeu) de R. Strauss, no TNSC; Bataclan (Kekikako) de Offenbach, Jerusalém (Hinnerck) de Vasco Mendonça e Paint Me (Lee) de Luis Tinoco, na Culturgest; Porgy and Bess (Sporting Life) no Centro Cultural de Belém.

Como solista, colaborou com as principais orquestras portuguesas e cantou, em estreia absoluta, O meu Poemário Infantil, de E. Carrapatoso (concerto com transmissão direta para a União Europeia de Rádios), e a Oratória Popular, de Nuno Côrte-Real. Apresentou-se em recital, no Teatro São Luiz, com o pianista Nuno Vieira de Almeida, e em concerto, no TNSC, com João Paulo Santos. Participou no concerto final da 1.ª edição do Festival ao Largo, sob a direção do maestro David Levi.

João Rodrigues estudou canto na Escola de Música do Conservatório Nacional com Filomena Amaro e na Escola Superior de Música de Lisboa com Luís Madureira, Helena Pina Manique e Elsa Saque. Realizou o seu aperfeiçoamento com João Lourenço.

Fevereiro 2017

Partilhe
Share on Facebook
Facebook