Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

João Merino

Barítono

Natural de Rio de Moinhos Penafiel, João Merino fez o curso de Canto na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto (ESMAE) na classe de José de Oliveira Lopes.

Participou em numerosas classes de aperfeiçoamento com professores nacionais e internacionais tendo, como bolseiro da Santa Casa da Misericórdia do Porto, vindo a realizar trabalho intensivo de técnica vocal e repertório de ópera com o tenor Francisco Lázaro em Barcelona.

Apresentou-se publicamente como solista nas seguintes óperas: “Bodas de Fígaro” de Mozart (Fígaro); “D. Giovanni” de Mozart (D. Giovanni); “Fiore Nudo” (baseado em “D. Giovanni”) de Mozart (D. Giovanni) (numa produção do Teatro Nacional de S. João do Porto); “Barbeiro de Sevilha” de Rossini (Fiorello); “Lucrezia Borgia” de Donizetti (Petrucci) (numa produção do Teatro Real de Madrid e encenação de Emílio Saggi); “La Bela Dormente” nel Bosco de Resphighi (Rei e Lenhador); “Carmen” de Bizet (Morales); “La Traviata” de Verdi (Grenvil e Douphol); “Tosca” de Puccini (Sacrestano); “Hansel und Gretel” de Humperdinck (Peter); “Le Rousignol” de Stravinsky (Imperador); “Le Pauvre Matelot” de Milhaud (Le Ami) e mais recentemente os papeis masculinos da Operita Tango Maria de Buenos Aires de Astor Piazzolla (no Teatro Carlos Alberto – Porto).

Ao nível do concerto já se apresentou com: “Stabat Mater” de Rodrigues Esteves, “Gloria” de Vivaldi, Missa em Sol e Missa em Dó maior de Tellemann, “Messias” de Haendel, Magnificat, Missa em Sol m de Bach, “Criação” de Haydn, a integral das Missas brevis, Missa da Coroação e Requiem de Mozart, Missa em Sol M de Schubert, Fantasia Coral e 9ª Sinfonia de Beethoven, Requiem de Fauré, “Don Quichotte à Dulcinée” e “Cinque chansons populaires Greques” de Ravel, “Kindertotenlieder” e “Lieder eines fahrenden Gesellen” de Mahler, “Le Bestiaire” de Poulenc, “Chichester Psalms” de Leonard Bernstein, entre outros.

Como solista foi dirigido pelos maestros António Saiote, Filipe Veríssimo, Florian Totan, Gunther Argelhebe, Howard Dyck, Ivo Cruz, Jean-Marc Burfin, João Paulo Santos, José Ferreira Lobo, José Luís Borges Coelho, Miguel Ortega, Roberto Perez, Rui Massena, Omri Hadari e Walter Hidalgo.

Em cena teve como directores Carlos Avilez, Emílio Saggi, João Henriques, João Paes, Jorge Rodrigues, Norma Graça-Silvestre, Nuno M Cardoso, Paulo Matos, Tim Coleman.

João Merino tem participado em inúmeros concertos do Grupo Música Nova com o qual fez várias estreias nacionais e mundiais de obras contemporâneas.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook