João Martinho trombonista

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

João Martinho

Trombone

Trombone Solista na Philharmonisches Staatsorchester Hamburg, residente em Hamburgo desde 2017, João Martinho teve o primeiro contacto com a música aos 7 anos de idade, na banda musical de Caldas das Taipas, de onde é natural.

Em 2001, ingressou no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga, onde teve o privilégio de estudar com o professor Zeferino Pinto, terminando em 2009. Nesse mesmo ano, iniciou a licenciatura na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto (ESMAE) na classe do professor Severo Martinez e obteve o contrato de solista B (2°Trombone) na Orquestra Sinfonica do Porto – Casa da Música.

Em 2012 ingressou na classe do professor Stefan Schulz na Universität der Künste em Berlim, sendo bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian. Vencedor do concurso ‘Frank Smith Trombone Competition’ da ‘International Trombone Association’ em 2015, João Martinho foi também laureado com o 2° Lugar no Prémio Jovens Músicos em 2013 (nivel Superior) e em 2012 e 2009 foi vencedor do concurso internacional ‘Terras de la Salette’ nas categorias Senior e Junior, respectivamente.

Ao longo dos anos, teve a oportunidade de participar em cursos de alto aperfeiçoamento com grandes nomes do trombone, nomeadamente Joseph Alessi, Jörgen van Rijen, Ian Bousfield, Michel Becquet, David Taylor, Jay Friedman, György Gyivicsán, David Bruchez, entre outros.

João Martinho teve a oportunidade de trabalhar com orquestras jovens e profissionais tais como a Gustav Mahler Jugendorchester (2015-2018), Orquestra Gulbenkian, Orquestra Sinfonica do Porto, Dusseldorfer Symphoniker (onde foi academista em 2016 e 2017), Komische Oper Berlin, Staatsoper Berlin, Deustche Oper Berlin, WDR Sinfonieorchester Kõln, Münchner Philharmoniker, tendo trabalhado com maestros de renome como Daniel Harding, Paavo Järvi, Herbert Blomstedt, Christoph Eschenbach, François-Xavier Roth, Philippe Jordan, Kent Nagano, Pablo Heras-Casado, Marek Janowsky, Juanjo Mena, Jonathan Nott, e apresentando-se em concerto nas mais conceituadas salas da Europa.

Destaque ainda para os projectos Mr. SC & The Wild Bones Gang e Portuguese Brass, dos quais é membro fundador.

15 de novembro de 2018

Partilhe
Share on Facebook
Facebook