João Campos, guitarra

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

João Campos

Guitarra

João Campos nasceu no Porto em 1974. Iniciou os estudos musicais na Escola de Jazz do Porto com músicos com Pedro Barreiros, Serafim Lopes e Raul Marquez.

Mais tarde, manifestou interesse pela música erudita e foi admitido no Conservatório de Música do Porto na classe de guitarra de Artur Caldeira. Concluiu o Curso Complementar de Guitarra e ingressa na ESMAE onde obteve o grau de Licenciado em Guitarra Clássica na Classe de José Pina.

Durante a sua formação, participa como executante em diversas classes de aperfeiçoamento de Guitarra Clássica e Cursos de Aperfeiçoamento e Interpretação Musical com Leo Brouwer, José Pina, Josef Zsapka, Betho Davezac, Gunnar Spjuth, Dejan Ivanovic e Roland Dyens.

Desenvolve atividade concertística a solo e Música de Câmara com Canto, Flauta, Guitarra, Bandolim e colabora regularmente com a OPGB (Orquestra Portuguesa de Guitarras e Bandolins) desde 2012 em programas de concerto.

Desenvolve, desde 2007, o programa – AMBIENTES – interpretação a solo em guitarra clássica em animação de eventos públicos e privados em Restaurantes, Hotéis e no norte de Portugal.

Paralelamente ao seu percurso académico, tem integrado inúmeros e variados projectos de música ligeira (WorldMusic, Fado, Flamenco, Jazz) – Duo Porto & Alma; Manel d’Oliveira & Mediterrâneo; ATLANTIHDA com quem gravou dois CD’s (Gisela João e Mafalda Arnauth) e se apresentou em numerosas atuações ao vivo em Portugal e no estrangeiro.

Nos últimos anos, dedica enorme atenção ao Fado estudando a fundo o vasto reportório deste género musical e a técnica da Viola de Fado.

Conta já inúmeras atuações com diferentes artistas de Guitarra Portuguesa e Fadistas da Cidade do Porto em Casas de Fado e eventos turísticos.

Gravou em 2019 com António Marramaque (Guitarra Portuguesa) e Ana Pinhal (Fadista) um CD intitulado Viagem pelo Fado.

Foi elemento fundador do Trissonância – Um trio de guitarras clássicas com Pedro Barros e João Machado que se assumiu como um projeto de promoção e divulgação da Guitarra, no espectro musical português e que realizou inúmeros concertos e contou com alguns dos seus arranjos e transcrições. Integrou o elenco do grupo Teatro Acção, como actor e músico destacando-se os musicais Café com Datas e A Queda de um Anjo, da autoria de Carlos A. Frazão e Manuel Vilas Boas.

Iniciou percurso vocal em 1989 no Orfeão Harmonia, sob direção de Manuel Vilas Boas e participou como tenor solista na gravação do CD Mare Nostrum. Realizou inúmeros concertos em Portugal, França e República Checa integrando como tenor e contratenor, diversas formações a capella: Mille Voci – medalha bronze concurso “Petr Eben” e Scherzo Vocal, direção de António Diogo; Vocal Ensemble direção de Vasco Negreiros onde grava o CD triplo Livro de Vários Motetes; Officio da Semana Santa; E Outras Cousas, de Frei Manuel Cardoso. Integrou, como contratenor, desde a sua fundação em Outubro de 2006 até outubro de 2010, o Ensemble Clepsidra – dirigido pelo maestro José Luís Borges Coelho.

Estudou Flauta Transversal, em 2005, com Rute Cruz e 2007, em traverso (flauta barroca) com Olavo Barros nos Cursos Livres da ESMAE. Nesse ano, ingressou na licenciatura em traverso no Curso de Música Antiga da ESMAE (Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo) e concluiu o 1º ano da Licenciatura na classe do mesmo professor.

Iniciou a sua atividade pedagógica no ensino artístico em 1995 e, atualmente, é professor profissionalizado em Guitarra Clássica na Escola de Música de Esposende.

[ Publicada na Meloteca a 19 de junho de 2020 ]

Partilhe
Share on Facebook
Facebook