Jean-François Lézé percussionista

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Jean-François Lézé

Percussão

Jean-François Lézé é uma referência da percussão sinfónica e reconhecido pela sua polivalência artística.

Timpaneiro, percussionista, pianista, professor e compositor, estudou no Conservatório Nacional Superior de Música de Lyon com François Dupin (Orchestre de Paris), Georges Van Gucht (Percussions de Strasbourg) e Roger Muraro. Actuou como solista convidado da Orquestra da Ópera de Lyon, da Orquestra Nacional de Lyon e da Orquestra Nacional de Montpellier.

Mestre em Ensino Especializado da Música pela Universidade Católica do Porto, a sua intensa actividade pedagógica permitiu-lhe criar uma nova geração de percussionistas portugueses que actualmente colaboram com as principais orquestras nacionais.

Residente em Lisboa entre 1994 e 2002, foi Chefe de Naipe de Percussão da Orquestra Metropolitana de Lisboa e professor de percussão na Academia Nacional Superior de Orquestra. É timpaneiro solista da Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música desde 2002.

Apresentou-se a solo com a Orquestra Metropolitana de Lisboa, a Orquestra Clássica da Madeira, a Orquestra Nacional do Porto, a Orquestra Sinfonieta de Lisboa, a Sinfónica do Porto Casa da Música e em formações de música de câmara com figuras como Bernardo Sassetti, Mário Laginha, Maria João, Artur Pizarro, Augustin Dumay, Natalia Gutman, Katia e Marielle Labéque, Yuri Bashmet e os solistas de Moscovo.

O gosto pela música erudita, o jazz e as músicas do mundo levaram-no a países como Espanha, Bélgica, Holanda, Luxemburgo, Itália e Alemanha, e ainda China, Japão, Tailândia, Índia e Coreia do Sul.

Apaixonado pela composição, Jean-François tem recebido encomendas nacionais e internacionais. Actualmente a sua música é interpretada pela Europa, nos Estados Unidos da América e no Japão, sendo editada em Portugal, França e Suíça.

Desde Janeiro de 2017, Jean-François Lézé é timpaneiro solista convidado da Orquestra Filarmónica da Radio-France em Paris.

2017

Partilhe
Share on Facebook
Facebook