Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Hugo Alves

Trompete

Hugo Alves nasceu em Lagos e é músico autodidacta, tendo iniciado os seus estudos musicais por volta dos sete anos na Filarmónica daquela cidade.

Em 1991 encontrou em Faro uma pequena comunidade jazzística de músicos locais, ligados ao que restava de um club de jazz.

Em 1994 iniciou estudos particulares de harmonia, composição e Jazz com Zé Eduardo, participando ainda em várias workshops pelo país. A primeira Big band surge na sua carreira pela mão de Zé eduardo na “Big Band Jazz na Filarmónica”.

Estuda em várias workshops como a Oficina de Jazz do Algarve (1996), ou cursos ministrados por tão diversos músicos como John Nugent, Doug Weiss e Dawn Thompson, Randy Brecker, Frank Tiberi, Scott Wendholt, entre muitos outros.

Após rápida passagem pela “Big Band Almada Cool”, integra em 2000 o “Zé Eduardo Unit” participando nomeadamente no Festival de Jazz de Matosinhos ao lado do saxofonista alto Peter King. Com o “Unit” participa ainda no programa de TV de José Duarte “Jazz a Preto e Branco”.

Em 2001 passa a integrar a “Orquestra de Jazz de Matosinhos”, percorrendo até maio de 2004 alguns dos mais importantes Festivais de Jazz do País. Esta orquestra teve neste período convidados tão destacados como: Bob Berg, Conrad Herwig, Ingrid Jensen, Carla Bley, Steve Swallow, Gary Valente. Integrou uma Big Band de homenagem a Louis Armstrong, dirigida por Laurent Filipe, em concerto integrado na Porto 2001 com a participação da cantora Angela Hagenbach e do guitarrista Danny Embrey.

Em 2001 começaram os ensaios do Quarteto que estreado no 6º Festival Internacional de Jazz de Faro “Jazz no Inverno” em 2001, viria a gravar a “Estranha Natureza” em 2003, considerado por José Duarte no site http://www.jazzportugal.ua.pt como o “Melhor CD de Jazz Português de 2003”. Na “Estranha Natureza estão os músicos: Bruno Santos (guitarra), Nuno Correia (contrabaixo) e Jorge Moniz (bateria). Ainda em 2001 Hugo Alves tem uma participação especial num programa semanal da RTP1 durante cerca de um ano.

Em 2003 inícia actividade regular com a “Orquestra de Jorge Costa Pinto” (Lisboa) e é nomeado sócio honorário da Associação “Córdoba Jazz” (Espanha) pelo reconhecimento como um dos novos e mais importantes valores do jazz actual português.

Em 2004 funda em Lagos a “Orquestra de Jazz de Lagos”, uma Big Band com 18 músicos.

Em 2005 edita o CD “Taksi Trio” uma vez mais com música original e ao lado dos músicos Jorge Moniz (bateria) e Zé Eduardo (contrabaixo), CD que contou com o Alto Patrocínio de Faro Capital Nacional da Cultura, e recentemente distinguido como “Um dos Melhores CD’s de Jazz Português de 2005” (Revista Jazz.pt, Blog Improvisos Ao Sul).

Já em 2006 Hugo contribui ainda com dois textos, um sobre Louis Armstrong, outro sobre Dizzy Gillespie, para uma das mais importantes colecções de Jazz editadas até hoje em Portugal, colecção “Let’s Jazz” pelo Jornal Público, orientada por José Duarte.

Hugo Alves tem participado em inúmeros Festivais e eventos em países como sejam Portugal, Espanha, França, África do Sul, ou mais recentemente ainda, Itália.