Grupo Coral Ossonoba

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Grupo Coral Ossonoba

Coro

O “Grupo Coral Ossonoba” é uma Associação Cultural sem fins lucrativos, com personalidade jurídica, fundada em 1980 por um grupo de entusiastas da Música Coral. Simultaneamente, foi criado na Associação o “Coral Ossonoba” que teve a sua estreia nas “Festas da Cidade” em Junho de 1980.

Desde essa data e até ao presente, realizou e organizou mais de 400 concertos. Nestes 23 anos tem-se apresentado em grande parte das localidades algarvias e em muitas cidades do País, para além de se ter apresentado na RTP e RTPI. Teve a sua internacionalização em Agosto de 1990 na cidade de La Coruña (Galiza), a convite do respectivo “ayuntamiento”. Em Espanha, actuou também Antequera, Isla Cristina e recentemente em Jaen. Em Junho de 1996, cantou para S. Exa. o Presidente da República Dr. Jorge Sampaio, aquando da sua Presidência Aberta pelo Algarve, e para D. Ximenes Belo, Bispo de Díli e Prémio Nobel da Paz. No mesmo mês, participou no “III Festival Europeu de Coras de Fuveau” (França).

Tem recebido frequentes convites para participar em Festivais Internacionais, umas vezes em representação própria outras do país. Em 1997, realizou o “I Festival Internacional de Coros”, denominado “COROS ’97”, recebendo para o efeito o “Real Coro Masculino St. Pancratius” de Heerlen – Maastricht – Holanda, um dos melhores coros holandeses da actualidade, tento repetido o evento em 1999 em “COROS’99” com grupos de diversas nacionalidades. No ano de 1998, a convite da Santa Sé, realizou um concerto na EXPO 98 e em Setembro do mesmo ano deslocou-se à Holanda para participar nas “Comemorações dos 120 Anos do Real Coro Masculino de St. Pancratius” de Heerlen. Participou no “6º Encontro Internacional de Corais de Juiz de Fora” – Minas Gerais – Brasil, em Setembro de 2000, integrado nas Comemorações dos 500 anos da Descoberta do Brasil e em representação de Portugal. Em 2002 e 2003 realizou diversos concertos com a Orquestra do Algarve.

Foi distinguido em 2002 pela Câmara Municipal de Faro com a Medalha de Mérito – Graus Ouro e recentemente foi declarada pelo Governo Português como Pessoa Colectiva de Utilidade Pública. Tem trabalhos seus gravados em 3 CD’s, sendo um exclusivamente seu. Como principais iniciativas do grupo destacam-se o “Concerto da Primavera”, o “Festival de Coros de Faro” e o “Coros-Festival Internacional”. É dirigido pelo Maestro António Manuel Maria de Jesus desde 1992.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook