folclorista Gonçalo Sampaio

Gonçalo Sampaio

Folclore

Além de botânico, Gonçalo Sampaio (S. Gens de Calvos, concelho da Póvoa de Lanhoso, 29 de março de 1865 – Porto, 27 de julho de 1937) foi folclorista e teve um importantíssimo papel na etnografia do Baixo Minho, nomeadamente na recolha de danças e cantares tradicionais desta zona do país.

Em 1936 cumpriu um sonho que há muito acalentava, a criação de um grupo folclórico. Este grupo, inicialmente denominado de Grupo Regional do Minho, teve a sua primeira actuação pública em 24 de Junho de 1936, por ocasião das festas de São João de Braga.

Como em todos os aspectos da sua vida, também neste projecto foi extremamente exigente, procurando recolher e divulgar as tradições, sempre fiéis à sua origem. Após muita insistência, em 8 de Dezembro de 1936, o Dr. Gonçalo Sampaio cede o seu nome ao Grupo, na condição de se manter sempre a inteira fidelidade às tradições populares, para não ter um dia que se levantar da campa e vir cá retirar o seu nome ao Grupo.

Na sequência dessa iniciativa nasceu o “Grupo Folclórico Dr. Gonçalo Sampaio”, em Braga, que com mais de 76 anos de história, com uma discografia vasta e um historial de sucessos, continua até hoje a manter vivo o legado do seu patrono.

Em 1952 foi criado o “Conjunto de Cavaquinhos Dr. Gonçalo Sampaio”, sendo um dos mais antigos em actividade até aos dias de hoje.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook