Frederico Paixão, foto Timothy Ellis

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Frederico Paixão

Flauta transversal

Frederico Paixão colabora como freelancer com a Philharmonia Orchestra e esteve em trial com a BBC Scottish Symphony Orchestra, estando também na lista de reforços da Royal Philharmonic Orchestra e da Royal Northern Sinfonia. Em 2019, foi aceite como membro reserva na Orquestra de Jovens da União Europeia e na Academia da London Sinfonietta. Em 2018, foi Primeiro Flauta da London Mahler Orchestra.

Vive em Londres, onde estuda na Royal Academy of Music com Samuel Coles, com bolsa completa ABRSM e vários outros apoios: Santander Universities UK, John E Mortimer Award (Martin Music Scholarship Fund), Munster Trust Star Award e Craxton Memorial Trust Award.

Trabalhou com Rachel Podger e Pierre-Laurent Aimard e tocou sob a direcção de Esa-Pekka Salonen, Semyon Bychkov, Trevor Pinnock, Oliver Knussen e Ed Gardner.

Tocou nas grandes salas do Reino Unido, nomeadamente no Wigmore Hall, projectos futuros incluindo participação nos BBC Proms.

Frederico Paixão estudou na Academia de Música de Santa Cecília com Paulo Martins e Ricardo Alves, e em 2013 foi aceite na Purcell School of Music em Londres, onde concluiu os estudos secundários com Anna Pope.

Dos professores mais influentes na sua aprendizagem destacam-se Lisa Beznosiuk (traverso), Helen Keen (piccolo), William Bennett, Emily Beynon, Gitte Marcusson e Nuno Inácio.

Como solista, foi selecionado como Park Lane Group Young Artist 2019, tocou em 2018 a peça Halil de Bernstein com a University of London Symphony Orchestra e o Concerto de Alwyn no festival dedicado ao compositor com membros da Royal Academy of Music.

É membro fundador do Daphnis Wind Quintet, vencedores do Nicholas Blake Prize e detentores de uma Chamber Music Fellowship na RAM para o ano lectivo 2019/20.

[ Bio facultada por Frederico Paixão e publicada na Meloteca a 23 de junho de 2019 ]

Partilhe
Share on Facebook
Facebook