Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Francisco Loreto

Composição, direção

Francisco Loreto é, desde 1998, professor de Análise e Técnicas de Composição, e Acústica no Conservatório – Escola das Artes da Madeira, e 1º clarinete solista da Orquestra Clássica da Madeira.

Natural da Ponta do Sol, Ilha da Madeira, concluiu em 1993 o Curso Complementar de Clarinete no Conservatório da Madeira.

Entre 1993 e 98 prosseguiu os seus estudos em Lisboa, onde se formou simultaneamente em Clarinete pela Escola Superior de Música de Lisboa e em Ciências Musicais pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Durante este período de estudos foi o chefe de naipes de clarinetes da Orquestra Sinfónica Juvenil, onde também tocou como solista.

Como bolseiro do Governo Regional da Madeira estou 3 anos de Direcção de Orquestra com o Maestro Roberto Perez, tendo em 1999 dirigido a Orquestra Clássica da Madeira como estagiário.

Em 1995 escreveu o “Ensaio Teórico sobre o Sequencialismo Alfatonal” que aborda a linguagem que utiliza na composição da maioria das suas obras. Composições como o quarteto de cordas “Todos os Nomes” foram emitidos na RTP Madeira.

Em 2002 colaborou com a Companhia de Bailado da Madeira, tendo sido coreografadas duas obras suas.

Criou em 2003/04 no Conservatório – Escola das Artes da Madeira, no âmbito da disciplina de Classe de Conjunto, o Atelier de Música Contemporânea, que foi um agrupamento com alunos finalistas, dedicado às novas linguagens musicais.

Para este agrupamento, escreveu anualmente novas obras com fins pedagógicos Compôs a obra “Dez a Fio” para clarinete e piano de encomenda para o Concurso Internacional de Clarinete MADEIRA MUSIC, edição de 2004, como peça obrigatória dos semi-finalistas. A melhor interpretação desta obra teve direito a um prémio extra. Esta obra tem sido muito tocada pelos clarinetistas portugueses e foi em 2006 gravada em disco pelo clarinetista António Rosa.

Compôs em 2005 a obra “SoNotas” para Tuba e Piano a convite do famoso tubista Sérgio Carolino, que a estreou em recital no Funchal. Esta obra também foi gravada em disco em 2012. Com esta obra, em junho de 2008, venceu o prémio internacional de Composição «Harvey G. Phillips Awards For Excellence In Composition», atribuído nos Estados Unidos da América, pela Associação Internacional de Tuba.

Neste mesmo ano de 2008 compôs a obra Fantasia Sinfónica «A Contemplação da Madeira» por encomenda do 30º Festival de Música da Madeira, estreada a 6 de junho no Teatro Municipal Baltazar Dias, pela Orquestra Clássica da Madeira. Esta obra desde então tem sido interpretada com alguma frequência.

Em 2012, por encomenda de «Guimarães – Capital Europeia da Cultura 2012» teve o privilégio de ter uma obra sua no Programa deste importante evento cultural, com a composição e estreia do seu trio para violino, violoncelo e piano intitulado «TrioFonia».

As sua obras estão publicadas na Suíça na editora especializada de partituras Editions BIM.

Estudou Direção de Orquestra na «Escuela de Direcccion de Orquestra e Banda Navarro Lara», em Huelva, Espanha, tendo obtido em dezembro de 20016 o seu Diploma de licenciatura em Direção de Orquestra pela Royal School of Music de Londres.

Desde 2015 que é o maestro da Orquestra Académica do Conservatório – Escola das Artes da Madeira, onde tem desenvolvido uma intensa atividade pedagógica orquestral na formação de jovens músicos e de novos públicos da música clássica na Região Autónoma da Madeira, através do Ciclo de Concertos Comentados.

Desde 2017, tem dirigido a Orquestra Clássica da Madeira como maestro convidado.

27 de julho de 2018