flautista Francisco Barbosa

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Francisco Barbosa

Flauta transversal

Francisco Barbosa iniciou os estudos musicais com José Matos. Em 2000, ingressou no Conservatório de Braga, onde estudou com João Marinho, Teresa Paracana e Adriano Sabença e em 2005, continuou os estudos na Academia de Música de Guimarães, na classe de Gil Magalhães.

Colaborou com a Orquestra De Guimarães, Orquestra de Câmara Portuguesa, Orquestra XXI, Orquestra Metropolitana de Lisboa e Madrid Festival Orchestra.

Trabalhou os maestros Krzysztof Penderecki, Vitor Matos, Placido Domingo, Juanjo Mena, German Caceres, Stefan Asbury, Mike Steurenthaler, Michael Zilm, Cesario Costa, entre outros.

Tocou e gravou para a Antena 1, Antena 2 e TSF.

Em 2008, mudou-se para Viena, a convite de Wolfgang Schulz. Entre 2008 e 2010, estudou em Viena com Wolfgang Schulz, Reza Najfar e Hansgeorg Schmeiser. Em julho de 2013, completou a Licenciatura na Academia Superior Nacional de Orquestra, na classe de Nuno Inácio. Desde setembro de 2014 é estudante da Escola Superior de Música Reina Sofia em Madrid, com o professor Jacques Zoon.

Em 2015, realizou uma digressão a Solo com a Camerata da ESMRS em Espanha, dirigida por Hansjorg Schellenberger.

Desde 2015 é membro do quinteto “Klaue”.

Francisco Barbosa foi convidado no “Santander Music Festival 2016” onde tocou com solistas como Matthias Racz, Pascal Moragues, na convenção Hands on Flute em Aveiro nas edições de 2017 e 2018 e na convenção de flauta de Budapeste 2018.

É actualmente primeiro flauta na Madrid Festival Orchestra e a sua carreira é gerida pela manager Seungyun Jin.

Em paralelo com a sua atividade concertista, lançou em 2018 o primeiro volume do seu livro “A New Approach to the Art of Flute Playing”.

[ Bio facultada por Francisco Barbosa e publicada a 17 de junho de 2019 ]