Firmino Martins, padre, coletor, etnógrafo natural de Vinhais

Firmino Martins

Coletor . Etnógrafo

Firmino Augusto Martins nasceu em Vilarinho da Lomba, Vinhais, a 16 de fevereiro de 1890, e faleceu em Tuizelo, Vinhais, a 5 de outubro de 1965.

“Foi uma figura cimeira da etnografia de Trás-os-Montes da primeira metade do século XX, juntamente com Francisco Manuel Alves, Abade de Baçal, e José Augusto Tavares.” (EMPXX)

Estudou no Seminário de Bragança, foi pároco de várias freguesias de Vinhais entre 1916-1965). Foi delegado da Junta Nacional de Educação (1959), presidente da Câmara Municipal e membro do Conselho Provincial de Vinhais. Colaborou em numerosos periódicos com pseudónimos como João Serrano e Guilherme Tell. Escreveu Folklore do Concelho de Vinhais (1997/1938/1928) que se destaca pelo número e raridade de peças do Concelho.

No cinquentenário da sua morte, em 2015, realizou-se no Centro Cultural Solar dos Condes de vinhais a exposição comemorativa Pe. Firmino Augusto Martins – No cinquentenário da sua morte (1965-2015).

“O padre Firmino Martins, além de ter sido um grande investigador na área da etnografia, foi também um político destacado, foi o presidente da Câmara que mais anos esteve à frente dos destinos do concelho de Vinhais e, a par disso, recebeu uma série de condecorações do Estado. Foi também o principal correspondente de um jornal de Bragança”, lembrou o vereador Roberto Afonso.

“A exposição pretende mostrar quem foi este homem tão importante para o distrito, em termo de preservação e divulgação da cultura transmontana e que, a par do Abade Baçal, do Abade Tavares de Moncorvo e do padre Mourinho de Miranda do Douro, formaram o grupo dos principais investigadores do nosso distrito”, frisou o responsável.

O Padre Firmino Martins foi agraciado pelo governo com as insígnias de Cavaleiro da Ordem de Cristo e Cavaleiro de Santiago da Espada e fez parte do movimento de Paiva Couceiro que, em 1911 preparou a 1.ª Incursão Monárquica, o que levou ao seu exílio na Espanha e depois no Brasil.

Fontes: Brigantia, EMPXX

[ Músicos naturais de Vinhais ]
Partilhe
Share on Facebook
Facebook