Filipe Freitas

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Filipe Freitas

Oboé

Filipe Freitas nasceu em 1983 em Tomar e iniciou os estudos musicais de oboé em 1997 na escola de música da Sociedade Filarmónica Gualdim Pais, integrando rapidamente na sua banda filarmónica.

Participou em cursos de aperfeiçoamento musical com vários oboístas, dos quais devemos destacar Hänsjorg Schellenberger, Thomas Inthermûller, Isaac Duarte, Catherine Herriot, Omar Zoboli, Ricardo Lopes, e Jean-Michel Garetti. Participou em estágios da Orquestra Nacional de Sopros dos Templários sob a direcção de António Saiote, Roberto Forés Asensi, Octavio Arocas; assim como em todos os estágios da Orquestra de Sopros do Oeste sob a direcção de Adelino Mota.

Em 2002, completou o curso de oboé na classe de Linda Carina e iniciou o Curso Superior de Oboé na Escola Superior de Música de Lisboa orientado pelo professor Andrew Swinnerton.

Participou na orquestra do musical “My Fair Lady” de Filipe La Féria, assim como em várias orquestras, dirigidas por Joana Carneiro, Sarawest, e António Victorino D’Almeida, entre as quais a Orquestra Gulbenkian sob a direcção do maestro Lawrence Foster. Actualmente, é membro da Banda Sinfónica da G.N.R., lecciona a classe de oboé na escola de música da Sociedade Filarmónica Gualdim Pais, participa nos concertos de música contemporânea “Peças Frescas”, nos estágios de Orquestra da Escola Superior de Música de Lisboa dirigida por Vasco Pearce de Azevedo, e é elemento efectivo da Orquestra Sinfónica Juvenil. É membro fundador do Ensemble Palhetas Duplas.

29 Setembro 2005

Partilhe
Share on Facebook
Facebook