Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Filipa Lopes

Soprano . Organização de espetáculos

Filipa Lopes possui o Bacharelato do Curso de Turismo.

Estudou Canto com Amador Cortés Medina, Lia Altavila, Isabel Biu e também com Elsa Saque e Filomena Amaro na Escola de Música do Conservatório Nacional de Lisboa com elevada classificação.

Participou em classes de aperfeiçoamento com Helmut Lips, Liliana Bizineche, Mercè Obiol, Montserrat Caballé, Elena Dumitrescu Nentwig, Susan McCulloch, Enza Ferrari e Elizabete Matos.

Cantou nas peças teatrais As Suplicantes (música de A.C. Medina, Teatro Municipal de Almada), As Troianas (música de Eduardo Paes Mamede, Teatro Nacional D. Maria II), na cantata cénica Sobre o Vulcão (música de Luís Bragança Gil nos Encontros Acarte da Fundação Calouste Gulbenkian).

Apresentou-se em concertos como solista no Stabat Mater de Pergolesi (com a Orquestra de Câmara de Almada), Fantasia em dó menor de Beethoven, Oratório de Natal, de Saint-Säens (com Orquestra Sinfónica Portuguesa), Magnificat de Bach, Te Deum de Inácio de Azevedo, em cenas das óperas Peer Gynt de Werner Egk e de Eduard Grieg (Teatro Aberto sob direcção de João Paulo Santos) no Te Deum de Charpentier com Orquestra Sinfónica Portuguesa (CCB) no Requiem de João Domingos Bomtempo (Teatro Nacional de São Carlos) na Missa Grande de Marcos Portugal (TNSC), Sonho de uma Noite de Verão com a Orquestra de Câmara de Almada, com o Trio Dellalyan no CCB “Dias da Música 2019” (Canções Escocesas de Haydn) e nos espectáculos Passionata em Espanha e na Tailândia, (integrado nas cerimónias festivas dos Jogos Olímpicos Asiáticos – 24th S.E.A. Games), e em dezenas de concertos de Lied, Ópera e Oratória, nomeadamente em 4 Ciclos de Música de Câmara do TNSC e por todo o país.

Apresentou-se em recital transmitido em directo pela rádio Antena 2 (Programa Concerto Aberto) em Janeiro de 2012, repetindo este concerto no CCB em Outubro de 2013.

No domínio operático destacam-se os papéis de Sacerdotisa na Aida de Verdi (Operama Spectacular no Estádio Jamor), Madame Herz em Der Schauspieldirektor de Mozart (Operanova, Expo98), Lia em L’Enfant Prodigue de Debussy (versão concerto), Cathleen em Riders to the Sea de Vaughan Williams (Acarte-Gulbenkian, Festival de Mateus sob direcção de João Paulo Santos), Carlota nas Damas Trocadas de Marcos Portugal (Operaclassica.pt), Deusa-Pirata-Capitã na Saga de Jorge Salgueiro (O Bando; Prémio da Crítica Melhor Espectáculo 2008, nomeação Globos de Ouro e prémio Melhor Encenador 2008) e Barbarina nas Bodas de Fígaro de Mozart (TCC, Orquestra Camerata Académica de Salzburg, Festival Rota dos Monumentos).

No Teatro Nacional de São Carlos foi Cover da protagonista Gretel da ópera Hänsel und Gretel de Humperdinck e Cover da personagem Ciesca da ópera Gianni Schicchi de Puccini. Cantou Una voce di Sopranino na ópera La Rondine de Puccini e a Rainha-Mãe do Príncipe na Turandot de Busoni no Festival ao Largo.

Trabalhou sob a direcção de Nicolay Lalov, Erwin Liszt, Fernando Fontes, Armando Vidal, João Paulo Santos, Sébastien Rouland, Jose Miguel Esandi, Martyn Brabbins, Moritz Gnann, José Eduardo Gomes e Giovanni Andreoli, entre outros.

Membro do Coro do Teatro Nacional de São Carlos desde 1995, também aqui Filipa Lopes interpretou diversos solos em concertos e óperas, nomeadamente em Madama Butterfly, A Raposinha Matreira, Manon Lescaut e Turandot.

Foi coordenadora no estúdio O Ganho do Som e dedica-se à organização de espectáculos musicais há mais de uma década, contando actualmente com a apresentação de cerca de 300 concertos em todo o país.

Criou o projecto SERENATA que conta com Carlos Guilherme na interpretação de Fado de Coimbra e Canções Napolitanas e fundou 3 agrupamentos musicais nos quais participa como cantora: Angelicus Duo (Soprano e Harpa), Fado Lírico: uma conjugação de Canto Lírico e Fado ao som do piano, com a prestigiada fadista Teresa Tapadas e o pianista Pedro Vieira de Almeida e o Filomúsica Ensemble, agrupamento vocal e instrumental que assume várias formações de elementos de acordo com os programas a apresentar.

Futuros compromissos incluem vários recitais.

[ Bio facultada por Filipa Lopes e publicada na Meloteca a 16 de dezembro de 2019 ]

Partilhe
Share on Facebook
Facebook