Fernando Rego

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Fernando Rego

Tuba . Eufónio . Bombardino

Fernando Jorge Garcia Rego nasceu em Lamego, a 29 de Dezembro de 1990.

Iniciou os estudos musicais na Banda Juvenil de Gouviães. Posteriormente ingressou na Academia de Música de Tarouca, na classe dos professores José Cardoso, Ricardo Fonseca e Artur Costa, os quais lhe ministraram as disciplinas de Instrumento, Formação Musical e História da Música.

Após ter concluído o 5º Grau, ingressou no I.S.E.I.T-Viseu, em Eufónio na classe de Avelino Ramos. Em Julho de 2012 concluiu a Licenciatura como instrumentista, e na mesma instituição concluiu em fevereiro de 2015 o Mestrado em Ensino de Música com o Relatório Final intitulado “Eufoniciando – Método de Introdução ao Estudo do Eufónio/Barítono”.

Desde então tem vindo a participar em diversas classes de aperfeiçoamento de aperfeiçoamento técnico e musical com os professores Romeu Silva, Adélio Carneiro, Jarret Butler, Sérgio Carolino, Jukka Myllys, Harri Lidsle, Filipe Queirós, Eduardo Diaz, Glenn Van Looy, Steve Rossé e David Childs. Em orquestra de sopros trabalha regularmente com os maestros Eugénio Amorim, Carlos Marques, Avelino Ramos, André Granjo, Francisco Ferreira, Paulo Martins e J. R. Pascual Vilaplana.

Fernando Rego tem sido convidado para orientar diversos estágios e masterclasses, nos quais se destacam: 6.º e 7.º Estágios de Orquestra de Sopros em Vouzela; 4.º, 5.º ,6.º, 7.º e 8.º Festivais de Bandas Filarmónicas da Associação Cultural do Porto Judeu, na Ilha Terceira; 4.º Estágio da Filarmónica Recreio de Santa Bárbara na Ilha Terceira; 1.º, 2.º e 3.º Estágios de Orquestra de Sopros em Tarouca; Masterclasse de Tuba e Eufónio na Academia de Artes de Chaves; 1.º Ciclo de Masterclasses da Banda Marcial do Vale (Santa Maria da Feira) e nos Cursos Técnico-Interpretativos do Conservatório de Música de Paredes.

É membro-fundador dos projetos musicais Ar de Rastilho, LUGUS, Piston Rocket Trio e Dogma Brass Band.

Entre Outubro de 2015 e outubro de 2018 foi diretor artístico da Sociedade Filarmónica de Salzedas. Desde janeiro de 2019 assumiu a direção artística da Banda Municipal Flaviense.

Leciona a disciplina de Tuba & Eufónio no Conservatório Regional de Música de Vila Real e no Conservatório Regional de Música de Ferreirim (Sernancelhe).

[ Bio publicada na Meloteca a 18 de agosto de 2019 ]

Partilhe
Share on Facebook
Facebook