Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Fátima Juvandes

Percussão

Maria de Fátima Juvandes Pinto nasceu a 15 de Maio de 1973, na cidade de Lourenço Marques em Moçambique. Iniciou os estudos musicais na Escola de Música da Sociedade Musical Odivelense.

Em 1998, ingressou na Escola de Música do Conservatório Nacional no curso de Percussão, para a classe de Carlos Voss. Fez parte do efectivo da Orquestra Sinfónica Juvenil, como “chefe de naipe”, desde 1990 a 1995, sob a direcção de Christopher Bochman.

Paralelamente, fez vários estágios com a Orquestra Portuguesa da Juventude dirigida por Miguel Graça Moura, com a Orquestra Luso-Alemã sob a direcção de Christian Sitzner e com a Orquestra das Escolas Particulares dirigida por Leonardo Barros onde fez Música de Câmara com Carlos Voss.

Em 1991 e 1994, foi seleccionada pelo INATEL para representar Portugal na Orquestra de Harmonia de Jovens Músicos da Comunidade Europeia, fazendo um estágio no Luxemburgo e outro em Portugal, respectivamente, orientado por Paul Mootz (no Luxemburgo) realizando por fim uma digressão de concertos por vários países da Europa, sob a direcção do Maestro André Reichling.

Em Maio de 1994, participou num concerto com a Orquestra de Tóquio realizado durante a Temporada dos Encontros de Música Contemporânea, na Fundação Calouste Gulbenkian. No mesmo ano, participou no “Music Meeting – Espinho 94” de Percussão, orientado pelos professores Robert van Sice, Emmanuel Sejourné e Miguel Bernat. Em Agosto de 1994, participou na Orquestra de Sopros de Jovens Músicos em Aveiro, sendo a percussão orientada pelo professor Carlos Girão e dirigida pelo maestro Jan Cober.

Durante o curso no Conservatório, participou em vários grupos de Música de Câmara tais como Grupo de Metais, Ensemble de Percussão, e integrou um Duo de Flauta e Percussão para além da Orquestra da Escola.

Em 1997, participou num concerto com a Orquestra das Nações sobre a direcção do Maestro Jordi Saval por altura da Temporada de Música Antiga na Fundação Calouste Gulbenkian. No ano lectivo 97/98, ingressou na Escola Superior de Música de Lisboa onde terminou a Licenciatura do curso de Percussão na classe de Carlos Voss e Richard Buckley, em 2002.

Tem participado com as Orquestras Gulbenkian, Sinfónica Portuguesa, Metropolinata de Lisboa, Orquestra do Norte, Sinfonia-B, Sinfonietta de Lisboa, sob a direcção dos maestros Muhai Tang, Michael Zilm, Michel Tabachnick, Claudio Scimone, Michel Corboz, Michel Pulloff, Pietro Mianiti, Fernando Eldoro, Cesário Costa, Vasco Azevedo, Jordi Saval, entre outros. Em Dezembro de 1997, integrou o quadro efectivo da Orquestra Filarmonia das Beiras como solista-A, sob a Direcção Artística de Fernando Eldoro.

Tem sido convidada a orientar a classe de Percussão em vários cursos de férias, tendo um dos cursos uma recordação especial: orientou a classe de Percussão da Orquestra de Sopros da Comunidade Europeia, num estágio realizado em Portugal, em 1998, sob a Direcção do Maestro Jan Cober.

Recentemente, participou no elenco da Ópera-Teatro “Nefertiti” de José Júlio Lopes, sob a direcção do Maestro Cesário Costa, no Teatro da Trindade. Em Janeiro de 2002, integrou o quadro efectivo da Banda Sinfónica da P.S.P. Faz parte do Grupo de Música Contemporânea de Lisboa desde 2003.

Actualmente, entre outras actividades, lecciona na Escola Profissional da Beira Interior e no Conservatório de Música D. Dinis (Odivelas). Encontra-se a frequentar o Mestrado em Ciências da Educação na área de Formação de Professores, na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação de Lisboa.

06 maio 2006

Partilhe
Share on Facebook
Facebook