Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Eduardo Paes Mamede

Direção coral

Eduardo Paes Mamede nasceu em Lisboa e estudou no Centro de Estudos Gregorianos. Foi aluno de Frederico de Freitas. Teve iniciação na pedagogia Orff e frequentou o Curso de Educação pela Arte do Conservatório de Lisboa.

Como investigador desenvolveu trabalho de campo para recolha e estudo de Música Tradicional durante a década de 70.

Como divulgador colaborou nos suplementos “Mosca” e “Ponto” do Diário de Lisboa, “Musicalíssimo”, “Portugal Hoje”, “O Jornal”, e no programa “Rimas e Rumos” (Rádio Comercial). Conferencista sobre temas de música popular urbana (Holanda 1989).

Como actividade pedagógica refira-se a sua participação como monitor em diversos Cursos e Encontros de Animadores Culturais (áreas de Musica e Som) e ainda a direcção de coros e grupos instrumentais. Dirige, desde Setembro de 1994, o Grupo Vocal DaCapo de Carcavelos e o Cramol – Canto tradicional de mulheres – desde 2003. Leccionou Tecnologias da Informação e Comunicação na Escola Superior de Educação de Lisboa.

Como produtor discográfico e/ou orquestrador foi responsável, entre outros, pelos discos “Por este rio acima” (Fausto 1982), “O Despertar dos Alquimistas” (Fausto 1985), “Grupo Metais de Lisboa” (Grupo Metais de Lisboa 1983), e em produções para a RTP com orquestra, coro e solistas do TNSC (1988/89). Autor da música e direcção musical dos programas “Herman Circus” (RTP-1991), “Pós de Bem Querer” (série) de A. Torrado e F. Àvila (RTP-1992), e “Um estranho em casa” (série) (RTP – 2002). Foi responsável pelo Departamento de Produção da Sassetti (1982/85).

Como autor de música para cinema participou, entre outros, nos filmes “Deus, Pátria, Autoridade” (1975) e “Bom Povo Português” (1979) de Rui Simões. Autor da música e orquestração das canções “Terra à vista”, vencedora do II Festival Internacional dos Países da CEE (Salónica/Grécia 1992), e “Sabor de Mar” representante de Portugal no XXXV Festival de Viña del Mar (Chile 1994).

Em 1998, foi editado um CD intitulado “A Secreta Viagem” que inclui um ciclo de 12 canções para canto e piano com poemas de David Mourão-Ferreira e ainda um “Stabat Mater” para Soprano e cordas. Tem, com o pseudónimo de Hesed, um CD editado de música instrumental dirigido ao mercado exterior (2000). Desde 1981, tem trabalhado regularmente com diversas companhias teatrais (Teatro Aberto, Comuna, Teatro Nacional D. Maria II), tendo colaborado, como compositor e/ou director musical em mais de 30 espectáculos. Desde 1986 que utiliza a informática como ferramenta e assistente para o trabalho musical, quer seja para as áreas da composição e produção (MIDI/Áudio), quer para a edição de partituras. É sócio cooperador da Sociedade Portuguesa de Autores e foi membro da sua Direcção durante dois mandatos consecutivos (1995/2001).

01 Setembro 2000

Partilhe
Share on Facebook
Facebook