Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Diogo Taveira

Clarinete

Diogo Taveira nasceu a 14 de Outubro de 1991 em Vila Real. Foi aluno de Luís Filipe Santos, Pedro Ladeira, Carlos Alves e Nuno Pinto.

Iniciou os estudos musicais por influência do seu pai, Carlos Taveira, na Real Filarmonia – Escola de Música de Vila Real na classe de piano tendo três anos depois transitado para a classe de clarinete de Luís Filipe Santos. Mais tarde ingressou no Conservatório Regional de Música de Vila Real na classe de clarinete de Luís Filipe Santos, tendo concluído o 8º Grau de Clarinete.

Durante a sua passagem pelo Conservatório de Vila Real pertenceu à Orquestra de Sopros, Orquestra de Câmara e Orquestra Sinfónica da mesma instituição, mas foi com o Ensemble de Clarinetes do Conservatório que mais se destacou apresentando-se como membro do ensemble em diversos concertos e concursos, dos quais se destacam a I Mostra Musical do Eixo Atlântico na qual obteve o 1º Prémio na Categoria de Ensemble.

Foi membro da Banda de Música de Mateus, da Banda de Música da Portela, Banda Musical de Melres e atualmente da Banda Musical de Fajões. Foi Professor de Clarinete na Escola de Música da Banda de Música da Portela, Escola de Música da Banda Musical de Melres e atualmente na Escola da Banda Musical de Fajões.

Em 2011 ingressou na Escola Superior de Artes Aplicadas do IPCB na classe de Carlos Alves e Pedro Ladeira, onde concluiu a sua Licenciatura em Música – Variante Instrumento (Clarinete).

Participou em diversas classes de aperfeiçoamento tendo a oportunidade de trabalhar com grandes nomes tais como António Saiote, Nuno Pinto, Michel Arrignon, Florent Héau, Etienne Lamaison, Piero Vincenti, Luís Filipe Santos, José Ricardo Freitas, Tiago Abrantes, Juan Ferrer, Asterio Leiva, Valdemar Rodriguez, Victor Pereira, Herman Gutierrez, Nuno Silva, entre muitos outros.

Colaborou com diversas orquestras e bandas, no papel de Clarinete ou Clarinete Baixo, tais como Banda Sinfónica Portuguesa, Orquestra Sinfónica da ESMAE, Orquestra Sinfónica da ESART, Orquestra de Sopros da ESMAE, Orquestra da FTDBF, Orquestra de Sopros e Percussão de Lamego, Orquestra de Sopros da AAC, Orquestra de Vouzela, Orquestra do Piaget de Mirandela, Orquestra Residente do Programa Música Maestro, Orquestra Philarmónica de Lisboa, Orquestra Sinfónica da Beira Baixa, Orquestra Momentum Perpetuum, entre muitas outras.

Trabalhou com maestros de grande relevo como António Saiote, Osvaldo Ferreira, António Sérgio Ferreira, Carlos Taveira, Valter Palma, Rui Pinheiro, Pedro Neves, Rui Massena, Vasco Pearce de Azevedo, José Carlos Oliveira, José Carlos Ferreira, José Ricardo Freitas, Carlos Marques, João Paulo Janeiro, António Carrilho, Alexandre Fraguito, Plácido Carvalho, Pedro Junqueira Maia, José Eduardo Gomes, Francisco Ferreira, Bruno Costa, Fernando Ribeiro, entre outros.

Durante a sua formação teve a oportunidade de trabalhar regularmente em música de câmara e em formação com professores de referência tais como António Saiote, Dora Rodrigues, Luísa Tender, José Carlos Oliveira, Natália Riabova, Elsa Silva, João Paulo Janeiro, António Carrilho, Paulo Jorge Ferreira, Angela Ponte, Sergei Khovalenko, Catherine Strynckx, entre muitos outros.

Diogo Taveira gravou para a RTP, Antena 2, Rádio Clube, Antena 1, e fez parte da banda sonora do jogo para computador “Inspector Zé e o Robot Palhaço” e do filme “A Instalação do Medo”.

Desde muito cedo que desenvolveu os seus próprios projectos tendo uma grande actividade de criação e programação cultural, destacando-se a APC-Associação Portuguesa do Clarinete, Associação “O Cantaréu”, Banda Distrital de Vila Real, VR Ensemble e os Clarinetes Ligature.
Foi convidado para se apresentar como solista com o Projecto Orquestra Barroca dirigido pelo Maestro João Paulo Janeiro, com o qual realizou diversos concertos em Portugal e no estrangeiro.

Em Dezembro de 2014 foi convidado pelo Professor António Saiote a pertencer à Orquestra Internacional de Clarinetes Príncipe das Astúrias – Portugal Clarinet Choir, com a qual participou no 4º Congresso Europeu de Clarinete em Katowice, Polónia. Apresentou-se também com o mesmo ensemble no ClarinetFest 2015 em Madrid, Meeting Internacional de Loures em 2015, 2016, 2017.

Na área da Direcção de Orquestra, foi aluno na Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco sob orientação do Professor José Carlos Oliveira, na mesma área participou em diversas classes de aperfeiçoamento e aulas com inúmeros Maestros e Professores.

Em Setembro de 2014 ingressa na ESMAE – Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo na Classe de Nuno Pinto onde se diplomou no Mestrado em Interpretação Artística-Clarinete, com uma classificação final de 18 valores.

É membro fundador dos Clarinetes Ligature, grupo com o qual tem criado espetáculos originais e de arranjos próprios, apresentando-se nas mais diversas salas e países, destacando-se o Gran Canaria International Clarinet Festival, ClarinetFest2018 (Bélgica) e o 8º European Clarinet Festvial (Hungria).

É, desde 2016, Vice Presidente da APC – Associação Portuguesa do Clarinete.

Desde Março de 2017 é Product Specialist para a D’Addario Portugal, e Clinician para a D’Addario Woodwinds.

Toca com boquilha X25E e palhetas Reserve Classic, D’Addario, e clarinetes Legende, Buffet Crampon.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook