David Silva

Flauta transversal

David Silva encontra-se actualmente a frequentar um segundo mestrado em performance no Koninklijk Conservatorium em Bruxelas, com Carlos Bruneel (Flauta) e Katlijn Sergeant (Piccolo).

Começou os estudos musicais na Academia de Música do Monte Abraão, tendo posteriormente ingressado na Escola de Música do Conservatório Nacional, na classe de João Pereira Coutinho. Mais tarde, estudou na Escola Superior de Música de Lisboa com Nuno Ivo Cruz (Flauta) e Nuno Inácio (Música de Câmara), tendo sido premiado com as bolsas de melhor aluno de licenciatura da ESML, no ano 2014/15 e melhor aluno da ESML, no ano 2015/16.

Terminou em 2018 o Mestrado em Interprétation Musicale – Orientation Concert na Haute École de Musique de Genebra, sob a orientação de Michel Bellavance (Flauta), Jerica Pavli (Piccolo) e Serge Saitta (Traverso).

Paralelamente ao seu percurso académico, foi membro da Gustav Mahler Jugendorchester entre 2018-2020.

Colabora ainda regularmente com diversas orquestras, das quais se destacam: Staatskapelle Dresden (Alemanha), Musikkollegium Winterthur Orchester (Suiça), Orchestre de la Suisse Romande (Suíça), Orquestra Gulbenkian (Portugal), Orquestra Sinfónica Portuguesa (Portugal), Orchestre des Jeunes de la Méditerranée (França), Estágio Gulbenkian para Orquestra (Portugal) e Jovem Orquestra Portuguesa (Portugal). Já trabalhou com inúremos maestros, de realçar: Herbert Blomstedt, Christian Thielemann, Vladimir Jurowski e Alain Altinoglu.

Enquanto solista, já foi premiado em vários Concursos Nacionais: 1º prémio no Concurso Flauta&Arte, 1º prémio no Concurso Internacional “José Massarão”, 1º prémio no Concurso da Escola de Música de Nossa Senhora do Cabo, 3º prémio no Concurso “Cultivarte” e uma menção honrosa no Concurso “Jovem.com”.

Os seus estudos são apoiados pela Fundação Calouste Gulbenkian.

[ Bio facultada por David Silva, publicada na Meloteca a 25 de agosto de 2020 ]

[ Músicos de Sintra ]