Pianista Daniel Cunha

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Daniel Cunha

Piano

Natural do Porto, Daniel Cunha é Mestre em Música e Doutor em Artes Musicais com Especialização em Piano pela Universidade do Kansas (2006 e 2011), tendo trabalhado com Sequeira Costa (aluno de Vianna da Motta, Mark Hamburg, Edwin Fischer, Marguerite Long e Jacques Février) e sendo um dos seus últimos discípulos. Deste recebeu os mais valiosos conhecimentos pianísticos na tradição da era dourada do piano.

Iniciou os estudos de piano aos 4 anos na Associação Gambozinos, prosseguindo-os posteriormente com Norma Silvestre. Concluiu o Curso Complementar de Piano com 20 valores no Conservatório Regional de Gaia, na classe de Luís Filipe Sá (2000), e a Licenciatura em Piano na ESMAE na classe do mesmo professor, com as mais elevadas classificações (2004). Desde muito jovem foi galardoado em vários concursos nacionais, destacando-se o 1º Prémio no Concurso Helena Sá e Costa. Foi ainda premiado na XVI edição do Concurso Internacional de Piano Vianna da Motta.

Tem-se apresentado com regularidade em salas e festivais de reconhecida relevância cultural em Portugal, nos EUA e na Europa, tanto a solo como em música de câmara e com orquestra. Muitas das suas actuações foram radiodifundidas no nosso país e no estrangeiro. Em 2015 esteve pela segunda vez em tournée nos Estados Unidos com o pianista grego Evangelos Spanos, apresentando o programa a dois pianos “From Fado to Tango – A Musical Journey from the Iberian Peninsula to South America”. Tocaram no Festival Encuentro Colombiano (Universidade da Califórnia – Riverside) e no Lied Center of Kansas. Além dos concertos a dois pianos, foi entrevistado e realizou um recital a solo em directo para a Kansas Public Radio, dando também uma masterclasse na Universidade da mesma cidade. Tem orientado classes de aperfeiçoamento de piano em Portugal e nos Estados Unidos.

A temporada de 2016 teve como momentos altos um recital a solo na Casa da Música dedicado a compositores russos, um recital no Teatro Rivoli no centenário da morte de Granados, a interpretação da suite Goyescas de Granados nos festivais Dias da Música e um recital de música de câmara no Auditório da FEUP, no Porto.

Em 2017 realizou vários recitais preenchidos por música ibérica, assinalando o centenário da morte de Alfredo Napoleão (Portugal) e os 150 anos do nascimento de Enrique Granados (Espanha): Igreja St Ann’s em Manchester (Inglaterra), Palácio Foz (Lisboa, no âmbito do Festival Internacional de Música Estoril-Lisboa) e Festival de Outono da Universidade de Aveiro. Participou também no concerto de homenagem a Guilhermina Suggia, no Palacete Viscondes de Balsemão.

Entre os seus compromissos para esta temporada incluem-se um recital a dois pianos com Paulo Oliveira nos Dias da Música (29 de Abril no CCB) e um concerto infantil com Memórias de um Burro de Paul Ladmirault (8 de Julho no Cistermúsica).

Foi professor de Mestrado no Instituto Piaget, em Viseu. Actualmente é professor de piano na Academia de Música de Espinho e na Escola de Música Guilhermina Suggia. Alguns dos seus alunos têm sido premiados em concursos nacionais e internacionais.

2018