Cristóvão Silva, compositor natural de Portimão

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Cristóvão Silva

Compositor

Cristóvão Silva é natural de Portimão. Efetuou os estudos de Piano com Daniela Marinova e Cândida Matos; Contraponto, Harmonia e Direcção Coral com Edgar Saramago; Direcção de Orquestra com o Maestro Roberto Pérez; Formação Musical e História da Música com Helena Lamas Pimentel.

Frequentou os Cursos Internacionais Projazz/91, na Costa do Estoril, sob a orientação de Reggie Workman e Hal Galper e o V Curso de Aperfeiçoamento Musical, em Vila do Conde, onde estudou Composição e História da Música Contemporânea com Jorge Peixinho. Frequentou, ainda, seminários com Emmanuel Nunes, Gilbert Amy, Robert Sherlaw-Johnson e Harrison Burtwistle.

Licenciou-se no ano de 2001 em Composição pela Escola Superior de Música de Lisboa, tendo como principais professores José Carlos Buonacorso, Christopher Bochmann e António Pinho Vargas.

Em 2016 concluiu o 2º Ciclo de Estudos Superiores (Mestrado em Ensino da Música – Área de Composição) na Escola Superior de Música de Lisboa, com a nota máxima de 20 valores, tornando-se o primeiro aluno de Composição desta instituição a receber semelhante atribuição neste tipo de formação.

Dirigiu o Grupo Coral de Portimão entre 1990/92. Em 1996 compôs a música para a peça de teatro Si contra Fá, sob a orientação do encenador José Wallenstein e apresentada no Teatro da Cornucópia, Lisboa, em julho desse ano. Em 1998 elaborou o I Curso de Análise e Técnicas de Composição no Algarve. Foi, entre 1997 e 2001, pianista no Hotel Vila Vita Parc, em Armação de Pêra.

Lecionou em diversos estabelecimentos de ensino, públicos e privados, em todos os níveis de ensino (do Pré-escolar ao Superior). Desempenhou a função de diretor pedagógico na Academia de Música de Lagos entre 1997/99. Nesse estabelecimento de ensino foi durante largos anos professor coordenador das disciplinas de Formação Musical, Teoria e Análise Musical e Conjunto Coral dos vários Conservatórios de Música associados.

Exerceu também as funções de professor coordenador das disciplinas de Análise e Técnicas de Composição e Formação Musical no Conservatório Regional do Algarve Maria Campina, em Faro, entre 1999/2003.

Ainda em 1999/2000 lecionou na Universidade do Algarve, em Faro, e em 2010/2011 no Instituto Superior D. Afonso III, em Loulé.

Desde de 2010 é professor dos Cursos Profissionais de Instrumentista de Cordas e Teclas e do Ensino Integrado de Música na Escola Básica e Secundária da Bemposta, em Portimão.

Paralelamente à sua função docente, continua a desenvolver o seu trabalho no âmbito da composição e da divulgação da sua obra ao público.

Integra o Trio Mediterrâneo e o EuterpEnsemble dos quais é o fundador.

Da sua obra musical fazem parte inúmeras peças para instrumento solo, grupos de câmara, obras sinfónicas e corais.
Das suas obras mais recentes destacam-se: Imagens, dedicada à memória de Manuel Teixeira Gomes, que foi estreada a 20 de janeiro de 2006 pela Orquestra do Algarve.

Impressões, única obra premiada no 1º Prémio Internacional de Composição da Póvoa de Varzim, na categoria de Música para Orquestra, foi estreada a 28 de julho de 2006 pela Orquestra da Póvoa de Varzim.

No início de 2007 foi convidado pela Orquestra do Algarve a ser o compositor residente desta formação e nesse âmbito recebeu a encomenda de uma obra: As Quatro Estações. Primavera – a primeira das estações – foi estreada a 10 de janeiro deste ano na Assembleia da República. Seguiu-se o Verão (a 23 de março, em Tavira), o Outono (a 25 de maio, em Lagos) e o Inverno (a 7 de julho, em Portimão).

Ainda nesse ano, a Juventude Musical Portuguesa editou o seu livro Leituras e Ditados para Formação Musical (1º e 2º graus).

Em 2008 assumiu a direção artística do Concurso Internacional para Jovens Compositores – Cidade de Portimão.

Em Março desse ano o Ensemble Contemporaneus estreou a sua obra Divagações, no Palácio D. Manuel, em Évora. Em maio seguinte, o seu Concerto para Acordeão e Orquestra (primeira obra no género em Portugal) foi estreado com grande sucesso pelo acordeonista Gonçalo Pescada e a Orquestra do Algarve. Nesse mês a Orquestra do Algarve estreou a sua obra Quadras, dedicada à memória do poeta algarvio António Aleixo.

Em dezembro de 2009, e integrado nas Comemorações do Dia da Cidade de Portimão, a Orquestra do Algarve estreou com grande sucesso mais duas obras suas: Suite Algarvia e Concerto para Piano e Orquestra.

Em outubro de 2016, duas das suas 24 Canções Infanto-juvenis foram premiadas no 2º Concurso de Composição para Crianças sobre Poemas Portugueses, realizado pela APEM (Associação Portuguesa de Educação Musical).

Cristóvão Silva é editado pela AvA Musical Editions (Lisboa).

[ Bio publicada na Meloteca a 23 de setembro de 2020 ]

[ Músicos naturais de Portimão ]

Partilhe
Share on Facebook
Facebook