César Batalha, maestro, de Oeiras

César Batalha

Maestro

César Batalha, diretor de coros e compositor português, nasceu em Oeiras, em 1945 e morreu a 14 de janeiro 2022, aos 76 anos, no Hospital Egas Moniz.

Em 1960, com 15 anos apenas, fundou o Coro de Santo Amaro de Oeiras, no qual dirigiu mais de 1200 pessoas ao longo dos anos. A partir de 1976 foi constituído o Coro Infantil de Santo Amaro de Oeiras que gravou temas de grande popularidade como Eu vi um sapo e A todos um Bom Natal. Era casado com Ema Batalha, autora e parceira de inúmeros êxitos do Coro.

César Batalha é autor do Hino de Oeiras, que teve a primeira audição em 1991.

Dirigiu o Coro do Banco de Portugal entre 1976 e 2007.

Tem no seu historial um vasto número de concertos ao vivo realizados por todo o mundo, para os mais diversos tipos de audiência, bem como programas na televisão, rádio, gravações em disco, música para cinema, teatro e participações em festivais.

Pela canção “Eu vi um sapo”, conquistou o 1.º prémio de composição no Sequim de Ouro.

Recebeu as seguintes distinções:

  • Melhor Coro do Ano (1980)
  • Medalha de Mérito Artístico da Câmara Municipal de Oeiras (1981)
  • Prémio de Popularidade (1984)
  • Medalha de Agradecimento da Cruz Vermelha Portuguesa (1991)
  • Diploma de Agradecimento da Ordem Soberana e Militar de Malta (1997)
  • Medalha de Mérito/Grau Ouro da Junta de Freguesia de Oeiras (2010)

Nas Galerias Alto da Barra, na Av. das Descobertas 59, 2780-053 Oeiras, o Auditório César Batalha homenageia o maestro. No Largo Marquês de Pombal 2780 Oeiras há um busto em sua homenagem.

Bio atualizada na Meloteca a 15 de janeiro de 2022

Maestro César Batalha

Maestro César Batalha

Partilhe
Share on Facebook
Facebook