Casa da Cultura de Paredes

  • Morada

    Avenida da República
    4580-193 Paredes
  • Telefone

    (+ 00 351) 255 780 440

  • Descrição

    Designado por “Palacete da Granja”, o edifício pertencia a Joaquim Bernardo Mendes, um português regressado do Brasil. À sua chegada recebeu o título de Visconde de Paredes. Foi nessa altura que construiu este palacete com algumas características brasileiras, de entre as quais se destacam as fachadas revestidas de azulejos amarelos e grandes portas e janelas. Salienta-se ainda o jardim que o rodeia. Foi neste palacete que el-rei D. Carlos foi recebido em Junho de 1895. Em meados dos anos 40, após o falecimento de Joaquim Bernardo Mendes, foi alugado à Câmara pela família deste, passando aí a funcionar os Paços do Concelho. Mais tarde, nos anos 60, um novo proprietário, o comendador Abílio de Seabra, após a aquisição deste edifício, ofereceu o mesmo à Irmandade da Misericórdia de Paredes. A partir desta altura, teve um papel importante nesta cidade, pois funcionou como um estabelecimento de ensino. No entanto, por ser considerado como impróprio para o desempenho dessa função ficou vago e em degradação. Foi no início dos anos 90 que a Câmara Municipal de Paredes, consciente das características peculiares do “Palacete da Granja”, através de um protocolo assinado com a Irmandade da Misericórdia de Paredes, procedeu a sua recuperação e posterior dinamização como Casa da Cultura. Foi inaugurada a 17 de Maio de 1997, e desde essa data tem sido utilizada no desenvolvimento de atividades culturais e recreativas promovidas pelo Município sendo também facultada a sua utilização a terceiras entidades, com bastante regularidade.

    Fonte: C.M.P.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook