Carla Rodrigues flautista

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Carla Rodrigues

Flauta transversal

Carla Rodrigues iniciou os estudos de Flauta Transversal na classe de Ana Maria Ribeiro na Academia de Música de Santa Maria da Feira e no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Aveiro.

Frequentou a Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco (ESART) onde foi distinguida com numerosas Menções Honrosas e Bolsas de Mérito e onde concluiu a Licenciatura na classe de Paulo Barros com a classificação máxima.

Frequentou várias classes de aperfeiçoamento com flautistas de destaque internacional, tais como Patrick Gallöis, Aurèle Nicolet, Félix Renggli, Michael Hasel, Michel Debost, Bridget Bolliger, Paulo Barros, Berten D´Hollander, Ana Maria Ribeiro, Eduardo Lucena, Jorge Caryevschi, Nuno Inácio, Trevor Wye e Vicents Prats.

Foi selecionada para integrar a Orquestra Portuguesa das Escolas de Música em estágios realizados em Coimbra, Setúbal, Castelo Branco e em Évora com o Maestro Leonardo Barros.

Foi reforço convidado pela Orquestra Clássica da Madeira e da Orquestra Sinfónica Casa da Música do Porto durante 14 anos, onde trabalhou com inúmeros maestros de destaque internacional. Realizou vários Festivais de Música com a Orquestra de Jovens de Santa Maria da Feira, várias Orquestras do XXI Festival de Música Erudita de Curitiba no Brasil, Orquestra dos Festivais de Música de Viana do Castelo e da Póvoa do Varzim, entre outros.

Como bolseira da Câmara de Santa Maria da Feira pertenceu à Orquestra de Jovens e da Banda Sinfónica com os maestros Osvaldo Ferreira e Paulo Martins.

Recentemente colaborou com o grupo Toy Ensemble, integrado na programação do XXIX Festival Internacional de Música do Pará (Brasil) e no âmbito da 11ª Edição do evento musical DIAS DA MÚSICA – As Letras da Música no Centro Cultural de Belém, onde trabalhou as obras do compositor e maestro Alexandre Delgado com o próprio compositor.

Participou na 14ª Convenção Mundial do Método Suzuki com as professoras de Flauta Anke van der Bijl e Sara Mangaretto em Turim e realizou o Curso de Professores Suzuki na Holanda (reconhecido nas Associações Europeias e Internacionais do método pedagógico Suzuki) com Anke van der Bijl (diretora de Flauta da Associação Europeia de Suzuki).

Foi convidada como orientadora de masterclasses nos conservatórios de Castelo Branco e de Fátima, no Workshop da Banda da Candelária S. Miguel nos Açores, no XXIX Festival Internacional de Música do Pará (Brasil), nas Academias de Música de Oliveira de Azeméis e de Arouca.

Recentemente foi convidada para participar na Convenção Internacional de Flautas Research ‘Hands on’ Flute em Aveiro com um Recital-Conferência denominado O Método SUZUKI no Ensino de Flauta Transversal, com a classe Suzuki da Academia de Música de Paços de BrandãoClasse Flaututti.

É membro da Orquestra Filarmónica Portuguesa dirigida pelo Maestro Osvaldo Ferreira. É profissionalizada com nível de excelência pela Universidade Aberta e leciona a classe de Flauta Transversal na Academia de Música de Paços de Brandão (Santa Maria da Feira) onde aplicou pela primeira vez em Portugal o Método Suzuki para flauta transversal e no Pallco – Conservatório de Música e Dança do Porto.

[ Bio facultada por Carla Rodrigues e publicada na Meloteca a 15 de junho de 2019 ]

Partilhe
Share on Facebook
Facebook