Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Avançar

Carla Lopes

Encenação

Natural de Matosinhos, Carla Lopes iniciou os estudos musicais aos sete anos, sob a orientação de César de Morais (1918-1992).

É licenciada na Escola Superior de Música e das Artes do Espetáculo,Porto, onde ingressou em 1994 na classe de Canto de José de Oliveira Lopes, continuando posteriormente, a trabalhar sob a orientação de Jorge Vaz de Carvalho.

Frequentou o Curso de Encenação de Ópera da Fundação Calouste Gulbenkian e Teatro Nacional de São Carlos, onde apresentou a ópera La Serva Padrona de Pergolesi.

Como directora de cena, coordenou os seguintes espectáculos: A Donzela Guerreira de Maria de Lourdes Martins, Hansel und Gretel de Humperdinck, A Lenda das Três Arvores de Allen Pote/Tom Long, Nabucco e La Traviata de  Verdi, Tosca de Puccini, O Barbeiro de Sevilha de Rossini, Don GiovanniAs Bodas de Fígaro de Mozart.

Foi assistente de encenação de Carlos Avilez na ópera Inês de Castro de Giuseppe Persiani, O Barbeiro de Sevilha de Rossini, Don Giovanni de Mozart, O Trovador de Verdi, Tosca de Puccini e La Traviata de Verdi.

Com Tim Coleman, foi assistente de encenação, na ópera La Traviata de Verdi, numa co-produção da Fundação Cupertino de Miranda da Cidade de Famalicão, Associação Norte Cultural/Orquestra do Norte e Associação Amigos do Coliseu do Porto.

Foi ainda assistente de encenação na ópera Madame Buterfly de Puccini com a encenadora Norma Graça-Silvestre, numa co-produção do Círculo Portuense de Ópera e Coliseu do Porto, A Donzela Guerreira de Maria de Lourdes Martins, Hansel und Gretel de Humperdinck, A Lenda das Três Arvores de Allen Pote/Tom Long numa co-produção da Fundação Cupertino de Miranda da Cidade de Famalicão e ARTAVE – Escola Profissional Artística Vale do Ave; Nabuco de Verdi,  Tosca de Puccini numa Co-Produção da Fundação Cupertino de Miranda da Cidade de Famalicão e Associação Norte Cultural/Orquestra do Norte.

Recentemente, ainda como assistente de encenação, tem o prazer de trabalhar com a encenadora norte-americana, Carleen Graham numa versão contemporânea da ópera Don Giovanni, Suor Angélica e Gianni Schicchi de Pucini, com Stefano Trespidi em As Bodas de Fígaro de Mozart, Antonella Rondinoni em O Trovador de Verdi, com Tito Celestino da Costa, na ópera As Bodas de Fígaro de Mozart, e ainda com, Luca Apreia na ópera As Palavras na Barriga de Vasco Negreiros.

Como encenadora, com a Associação Norte Cultural/Orquestra do Norte encenou a ópera Don Pasquale de Donizetti.  A convite da Universidade de Aveiro, Orquestra Filarmonia das Beiras, Teatro Aveirense e Câmara Municipal de Aveiro, levou à cena a ópera A Flauta Mágica de Mozart, a opereta Orfeu nos Infernos de J. Offenbach, Carmen de Bizet e A Floresta de Eurico Carrapatoso, o musical A Bela e o Monstro de Howard Ashman E Alan Menken e a ópera infantil Aladino e a Lâmpada Mágica.

Encenou ainda o musical Mamma Mia de B. Andersson e B. Ulvaeus, a Festa da Bicharada, Kate e o Skate de Jorge Salgueiro, José e o Deslumbrante Manto de Mil Cores de A. L. Webber e A Bela e o Monstro de Howard Ashman E Alan Menken a convite da Academia de Música José Atalaya.

É fundadora e diretora pedagógica da Academia de Música de Basto, e professora de Canto e Classe de Conjunto – Coro na Academia de Música José Atalaya.

30 de agosto de 2018

Partilhe
Share on Facebook
Facebook