tenor Bruno Almeida

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Bruno Almeida

Tenor

Bruno Almeida nasceu em Lisboa. Estudou canto com Filomena Amaro no Conservatório Nacional de Lisboa.

A sua formação inclui classes de aperfeiçoamento com Yvonne Minton, Graham Johnson, Sarah Walker, Loh Siew-Tuan, Ronny Lauwers, Lev Morosov, João Paulo Santos, Lúcia Lemos, Tom Krause, Susan Waters, Jorge Parodi e Elisabete Matos. Presentemente, trabalha técnica vocal com Isabel Biu.

Estreou-se em 2010, numa colaboração com o Sintra Estúdio de Ópera, recriando o papel de Federico na ópera de câmara setecentista portuguesa As Taças de Hymineu. Voltou a colaborar com o SEO em 2011 como solista em duas missas de Francisco Sá de Noronha, entre outros programas, dirigidos por Miguel Anastácio.

Estreou-se no Teatro Nacional de São Carlos em 2011, como 1º Segurança na estreia mundial da ópera Banksters, de Nuno Côrte-Real. Desde então fez parte do Estúdio de Ópera e desempenhou os papéis de Conde de Lerma (D. Carlo, Verdi), Triquet (Los Gavilanes, Guerrero), Gobin (La rondine, Pucinni), tenor solista no Requiem de Mozart e Vivaldi (Sampiero, Migone). Neste teatro foi dirigido por Lawrence Renes, Martin André, Miquel Ortega, Giovanni Andreoli e João Paulo Santos.

Em Agosto de 2013, participou na Verdi 200 Gala no Festival Junger Künstler Bayreuth.

É reforço do Coro Gulbenkian, tendo-se estreado como solista em Junho de 2013.

Actua frequentemente em recital. Desde 2008, integra o Projecto Alba, dedicado à promoção do canto lírico e da guitarra portuguesa, entre outros projectos musicais.

2013

Partilhe
Share on Facebook
Facebook