Bianca Alves, soprano

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Bianca Alves

Soprano

Bianca Alves, soprano, ingressou no Conservatório de Música do Porto, na classe de Emanuel Henriques, onde completou o Ensino Secundário Artístico (8.º grau) em Música – Canto Lírico.

É licenciada em Música Antiga, variante Canto Barroco, pelo Curso de Música Antiga da Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo (ESMAE), do Instituto Politécnico do Porto, na classe de Magna Ferreira. Frequenta o 1.º Ano de Mestrado em Música – Interpretação Artística, variante Música Antiga (Canto Barroco), nessa mesma instituição.

Ao longo dos anos participou em diversas classes de aperfeiçoamento, nomeadamente com Isabel Alcobia, Jenevora Williams, Rui Taveira, Nacho Rodriguez, Paul Esswood, Jean-Denis Monory (Gestualidade Barroca) e Pierre Mak.

Participou também na 2.ª Academia Júnior de Música Barroca, organizada pelo Curso de Música Antiga da ESMAE (tendo, posteriormente, colaborado nas 3.ª, 4.ª, 5.ª e 6.ª edições); nos 14.º, 15.º e 16.º Curso Internacional de Música Antiga ESMAE/ESML; na I Jornadas de Baixo Contínuo do Curso de Música Antiga da ESMAE; no seminário A Ária da Capo em Bach: Uma Abordagem Retórica, com Olga Fernandéz Roldán; na VIII edição do Curso Internacional de Música Antiga (CIMA) em Idanha-a-Nova, onde trabalhou com Paul Esswood, Vinícius Perez e João Paulo Janeiro; na I Jornada de Gestualidade Barroca, pelo Curso de Música Antiga da ESMAE, orientada por Jean-Denis Monory; na Mostra Internacional de Teatro de Ovar 2019, e em várias edições do Festival de Música Antiga da ESMAE, tanto como solista, como elemento de grupos de música de câmara.

Enquanto estudante trabalhou com diversos maestros, músicos e orquestras, como José Ferreira Lobo, Paulo Martins, Paulo Carvalho, João Pedro Fernandes, Fernando Marinho, Palmira Troufa, Ana Mafalda Castro, Pedro Sousa e Silva, Hugo Sanches, Catarina Costa e Silva, Fernando Santiago, Júlio Dias, Xurxo Varela, Pedro Castro, Ronaldo Lopes, Benjamin Chénier, Orquestra do Norte, Orquestra Barroca da ESMAE, Ensemble Seiscentista da ESMAE (Sesquialtera), tendo já participado em concertos e recitais em Portugal e em Espanha.

Ao longo dos anos integrou diversas produções operáticas e concertos a solo, dos quais se destacam: Hänsel und Gretel (excertos), Engelbert Humperdinck, na personagem «Hänsel»; Il Ballo Delle Ingrate (excertos), Claudio Monteverdi, na personagem «Amore»; Rodrigo (excertos), Georg Friedrich Händel, na personagem «Esilena»; Le Nuove Musiche: Lagrime mie, a che vi trattenete?, Barbara Strozzi e Élisabeth Jacquet de La Guerre; L’Europe Galante (excertos), André Campra, na personagem «Zaïde»; Concerto com Fábula: O Passeio da Raposa (Fables sur de petits airs et sur des vaudeville choisis avec la Basse), Michel Delalande; Dido and Aeneas, Henry Purcell, na personagem «Belinda».

Da participação em concertos corais destacam-se: Missa Tornacumde, André Waignein; Sinfonia N.º 9 em Ré menor, Op.125, Ludwig van Beethoven; Missa em Dó Maior, K. 317 (da Coroação), Wolfgang Amadeus Mozart; Zadok the Priest, HWV 258, Georg Friedrich Händel; Misa Criolla, Ariel Ramírez; Missa Dicebat Jesus, Duarte Lobo; Miserere em Dó Menor, ZWV 57, Jan Dismas Zelenka; Missa Decantabat Populus, Giovanni Croce; Cantata Aus der Tiefen rufe ich, Herr, zu dir, BWV 131, Johann Sebastian Bach; A Guerra e Outras Histórias: La Guerre, Clément Janequin; Oíd, Oíd Los Viventes – Da queda à redenção no Renascimento Ibérico: La Justa, Mateo Flecha.

Bio publicada na Meloteca em 2021

Partilhe
Share on Facebook
Facebook