Beatriz de Sousa, soprano natural de Lisboa

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Beatriz de Sousa

Soprano lírico coloratura

Beatriz de Sousa, soprano lírico coloratura nascida em Lisboa, demonstra uma grande afinidade e versatilidade que lhe permite abordar o repertório operístico belcantista, mozarteano e barroco, com a mesma naturalidade que abraça um repertório de lied – canção.

Em 2020, apresentou-se no papel de Elvira (I Puritani, Bellini) na Ópera de Oviedo e no papel de Adina (L’Elisir d’amore, Donizetti) na Ópera de Tenerife e na Ópera Nacional de Tbilisi.

Os seus próximos projetos incluem os papéis de L’Amour (Orphée et Eurydice, Gluck) com a Real Filharmonía de Galicia e Giulietta (Les Contes d’Hoffmann, Offenbach) na Ópera de Tenerife.

Anteriormente destacou-se pela sua interpretação de papéis como Corinna (Il Viaggio a Reims, Rossini) no Rossini Opera Festival, Galatea (Acis and Galatea, Händel) na New Belgrade Opera, Lucy (The Telephone, Menotti) na Fundação Gulbenkian, Anima Ingrata (Il Ballo delle Ingrate, Monteverdi) na Dutch National Opera e Pamina (Die Zauberflöte, Mozart) em diversos festivais em França e na Áustria.

Trabalhou com importantes maestros e diretores de cena como Alberto Zedda, Emilio Sagi, Carlo Rizzi, Pierre Audi, Lotte de Beer, Iván Lopez-Reynoso, António Méndez, Mario Pontiggia, Michele Spotti e Marijana Mijanovic.

Tendo iniciado os estudos musicais no Instituto Gregoriano de Lisboa, completou os estudos de canto no Conservatorio del Liceu em Barcelona com Dolors Aldea e na Universidade de Viena com Rainer Trost. Em Viena, estudou também com a soprano Sylvia Greenberg e o pianista David Aronson.

Foi apoiada pela Fundação Gulbenkian que lhe permitiu seguir a sua formação, realizando classes de aperfeiçoamento com Ruggero Raimondi, Claudio Desderi e Christiane Iven.

Recebeu o 2.º Prémio no Concurso de Canto Compostela Lírica em 2019, bem como o 2.º Prémio e o Prémio Mozart no Concurso Grandi Voci em Salzburgo.

Paralelamente ao seu percurso a nível internacional por diversas casas de ópera, Beatriz de Sousa apresenta-se em recitais de canto e piano, onde, numa abordagem mais pessoal, explora a sua paixão pelo lied.

[ Bio facultada por Beatriz de Sousa, publicada na Meloteca a 14 de outubro de 2020 ]

Partilhe
Share on Facebook
Facebook