Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Beatriz da Silva Baião

Flauta

Beatriz da Silva Baião é premiada em vários concursos nacionais e internacionais tais como: Concurso “Jovem.com”; Concurso Internacional de Instrumentos de Sopro “Terras de La-Salette”; Concurso Luso Galaico “Albertino Lucas”; Concurso “Flautamente”; Concurso “Marília Rocha”; Concurso “Santa Cecília”; Concurso Interno do Conservatório de Música de Aveiro; Concurso “Paços Premium”.

Em Outubro de 2013 alcançou o 1º Prémio no III Concurso Internacional de Música da Cidade de Alcobaça. em Música de Câmara, integrada no trio “IncertusTrio”.

Iniciou os estudos musicais aos 10 anos, na Banda Filarmónica de Mira.

Aos 11 anos ingressou no Conservatório de Música de Aveiro Calouste Gulbenkian, onde frequentou a classe da professora Ana Maria Ribeiro, tendo terminado com as mais altas classificações.

Trabalhou com os professores Jorge Correia, Angelina Rodrigues, Gil Magalhães, Eva Morais, Felix Renggli, Celso Woltzenlogel, Michel Bellavance, Rogério Wolf, Marta Gonçalves.

Em orquestra tocou sob direção dos maestros Pedro Neves, Paulo Martins, Javier Vicero, Jean-Sébastion Béreau, Pedro Carneiro, Jan Wierzba, Cesário Costa, António Saiote, Olari Elts, Baldur Bronniman, Otto Tausk, Stefan Blunier, Brad Lubman.

Em 2013 vence o Concurso “Prémio Jovens Músicos”, nível médio, e apresenta-se a solo com a Orquestra Gulbenkian, em Setembro do mesmo ano, sob direção do maestro Rui Pinheiro.

Em 2014, no Concurso “Prémio Jovens Músicos” conquistou o 3º lugar na categoria de Música de Câmara, com o grupo “AmicitiaDuo”.

Em 2015, integrada no Quinteto “Risoluto Quintet”, é pemiada com o 3º lugar no IV Concurso Internacional de Música da Cidade de Alcobaça.

Colabora com as orquestras: Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, Orquestra Filarmonia das Beiras, Ensemble de Música de Aveiro, Jovem Orquestra Portuguesa, Orquestra de Camara Portuguesa (zero), Orquestra de Jovens dos Conservatórios Oficiais de Música, Orquestra Sinfónica da ESMAE e Orquestra Clássica da Madeira.

Em 2015 apresenta-se a solo com o Ensemble de Música de Aveiro, e também com a Orquestra de Jovens dos Conservatórios Oficiais de Música, sob direção do maestro Ernst Schelle.

Em 2016 a nível superior, obtém o 2º prémio no Concurso “Prémio Jovens Músicos”.

Presentemente frequenta a Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo, onde integra a classe de Raquel Lima.