Ângela Silva soprano

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Ângela Silva

Soprano

TRAJECTO ACADÉMICO

Nascida em Lagos, é licenciada em Canto pela Escola Superior de Música de Lisboa e frequentou o Trinity College of Music, em Londres, fazendo uma pós-graduação e uma pós- graduação avançada, na qualidade de bolseira daquele estabelecimento de ensino.

ÓPERA E ORATÓRIA

No domínio da ópera e oratória, cantou sop solo em Serenade to Music de V. Williams (Fórum Luísa Todi, Setúbal, Jul 2014), Magnificat Talha Dourada de E. Carrapatoso (Teatro S. Jorge em Lx, Almada, 2013);“Mãe” em Kate e o Skate de J. Salgueiro (Teatro Ibérico, Lx, 2013); sop solo em Missa Brevis de Haydn (Setúbal, Out, Dez, 2011); sop solo em Cantata a Nossa Senhora da Conceição (digressão, 2011 a 2013); “Nossa Senhora”, em Fátima, Sinal de Esperança de A. Cartageno (première e digressão por Portugal em 2007 e 08); “Editora” em O Crepúsculo do Crítico de Miguel Faria (premiere em Guimarães, Abr e Jul, 2010); “Anjo Gabriel” em A Criação de Haydn (Estoril, Oeiras, Abr 2009); “Lauretta”/”Gherardino”, em Gianni Schicchi de Puccini (Londres, Jul 2006); “Primeira Bruxa”, em Dido and Aeneas de Purcell (Londres, Jul 2006); “Condessa”, em As Bodas de Fígaro de Mozart (Londres, Mar/Abr 2006); “Pamina”, em A Flauta Mágica de Mozart (Londres, Fev 2006); “Ninfa”, em Orfeo, de Monteverdi (Londres, Jul 2005); “Caíno”, em La Morte de Abel, Avondano (Lisboa, Alcobaça 2001/02); “Cientista”, em O Corvo Branco, Philip Glass (Lisboa, 1998). Apresentou-se, também, em excertos das óperas de Così fan tutte, Die Fledermaus, Semiramide, Der Rosenkavalier, Magic Flute, Mitridate, La Rondine, Roméo et Juliette, no Reino Unido, Espanha e Portugal.

Apresenta-se regularmente como solista com coros, ensembles e orquestras, como, por exemplo, Orquestra da Cidade, Lisbon Film Orchestra, Orquestra e Banda Sinfónica da GNR, Sinfonietta de Lisboa, Orquestra Filarmonia das Beiras, Capela Real, Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras, Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra do Norte, Orquestra Clássica da Academia, Orquestra Sinfónica de St Isidoro, entre outras.

DISCOGRAFIA

Gravou recentemente para a Editora Numérica o CD Brumas (Dez 2009), em conjunto com o trompista Paulo Guerreiro e o pianista Francisco Sassetti, aí interpretando obras, maioritariamente inéditas de E. Carrapatoso, A. Rebello Neves, João Nascimento, V. Pearce de Azevedo e A. Victorino d´Almeida. Além disso, estreou mundialmente em concerto, obras de Anne Victorino d´Almeida e de Sérgio Azevedo. Sob a direcção A. Cartageno, para além da Oratória acima referida, interveio como solista nos CD´s La musica portoghese antica e moderna nel panorama europeo (Roma, 2003), Ave Mundi Gloria (2010) e É Natal, Cristo Nasceu (2012).

Para a Sony Music, gravou como solista convidada, Alma Mater (2000), Pasión(2002, gravado ao vivo) e O Mundo (2006) e In Memoriam (2010) de Rodrigo Leão.

Para a Plural Entertainment gravou recentemente três árias de Puccini para a série A Impostora que de momento está ser exibida na TVI.

MEIOS DE COMUNICAÇÃO

Tem cantado, como cantora solista, obras de diversos compositores (especialmente portugueses), na Antena 1, Antena 2, SIC, RTP e Rádio Renascença e tem-se apresentado como solista em concertos e recitais em Portugal, Espanha, Itália, Reino Unido, Grécia, Bélgica, França e Coreia.

TÍTULOS CONQUISTADOS

Conta com dois troféus, cinco primeiros prémios e três segundos prémios conquistados em Inglaterra, destacando-se o “The pearl Butcher Cup” e o “Premier Challenge Cup”, conquistados em 2007 com obras dos compositores portugueses Armando José Fernandes e Francisco Ávila.

ENSINO

Actualmente lecciona a disciplina de Canto no Conservatório de Lisboa e na Escola de Formação de Actores In Impetus.

Actualmente lecciona a disciplina de Canto no Conservatório de Lisboa e na Escola de Formação de Actores In Impetus.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook