André Santos

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

André Santos

Guitarra

André Santos nasceu em 1986 na ilha da Madeira. Cedo despertou para a música por influência do seu irmão mais velho, com quem aprendeu os primeiros acordes na guitarra.

Ingressou no curso de Jazz do Conservatório da Madeira em 2004, no ano seguinte mudou-se para Lisboa para estudar na conceituada escola de Jazz Luis Villas-Boas – Hot Clube de Portugal e em 2007, com a abertura da primeira licenciatura de Jazz em Lisboa, ingressou na Escola Superior de Música de Lisboa.

Nestes anos teve o prazer de estudar com alguns dos seus músicos preferidos, destacando-se André Fernandes, Afonso Pais, Lars Arens e João Moreira.

Após concluída a sua licenciatura em 2011, André estabeleceu-se como guitarrista de amplos interesses tocando nos mais diversos projectos como L.A. New Mainstream; Demian Cabaud ‘Benespera’; António Quintino ‘Prólogo’; Jeffrey Davis/Marc Miralta Quartet; Orquestra de Jazz do Hot Clube de Portugal; Orquestra de Jazz de Matosinhos; Sara Serpa ‘Fragmentz; Gonçalo Marques ‘Cabeça de nuvem só tem coração’; entre outros, em vários países como: Portugal, Espanha, França, Holanda, Suécia, Polónia, Itália, Roménia, Sérvia, Montenegro, Macau, Estados Unidos da América e México.

Como líder lançou em 2013 pela TOAP records o seu primeiro disco, ‘Ponto de Partida’, com o mesmo quarteto com que recebeu o ‘Melhor Combo’ na 25a edição do Prémio Jovens Músicos. Este disco, que contou com o apoio da Bolsa Jovens Criadores 2013, recebeu boas críticas nacionais e internacionais e foi apresentado em concerto em vários festivais e salas de concerto em Portugal como Hot Clube de Portugal; Casa das Mudas; Festa do Jazz 2015 e after-hours do Funchal Jazz Festival 2014. Em Março de 2014 gravou o primeiro disco com Mano a Mano, banda que co-lidera com o seu irmão, também guitarrista, Bruno Santos. Este disco foi editado em Dezembro do mesmo ano após uma campanha de crowdfunding muito bem sucedida.

Mudou-se para Amsterdão em Setembro de 2014 para fazer o mestrado em ‘Jazz Studies’ no Conservatorium van Amsterdam, onde estudou com Jesse Van Ruller; Maarten van der Grinten; Martijn Van Iterson; Jasper Bloom; Arnold Dooyeweerd; Yaniv Nachum e Harmen Fraanje. Aí formou o seu novo grupo, desta vez em trio, com o baterista Tristan Renfrow e o contrabaixista Matt Adomeit. Em Setembro de 2015 viveu por 4 meses em Philadelphia, ao abrigo de um programa de intercâmbio entre o Conservatorium van Amsterdam e a Temple University, onde estudou com Greg Kettinger, Dave Wong e Ben Schachter. Neste período teve também aulas privadas com Ben Monder; Sérgio Krakowski; Chris Cheek e Jacob Sacks. Durante estes 2 anos actuou com vários músicos como Vinnie Sperrazza; Xan Campos; Pat Cleaver; André Carvalho; Chris Cheek; Peter Brendler; Rogerio Boccato; Gianni Gagliardi; Pablo Menares e Jesse Simpson em salas de concerto e clubes de jazz como Bimhuis; The Shrine; The Bar Next Door; Silvana; Club Bonafide e Rockwood Music Hall.

Em Maio de 2016, concluiu o seu mestrado (9/10 valores) que teve como assunto da sua tese os cordofones madeirenses, numa investigação chamada ‘CHORDOPHONIA: A new repertoire for Braguinha, Rajão e Viola d’Arame’.

2016

Partilhe
Share on Facebook
Facebook