Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

André Lacerda

Tenor

Andre Lacerda é licenciado em Música pela Universidade de Aveiro, onde estudou com Isabel Alcobia, e mestre em Interpretação Artística pela ESMAE, na classe de António Salgado.

Trabalhou ainda com Alexandra Moura, João Henriques, Carlos Meireles, Mónica Pais, Pierre Mak, Susan Waters, Nuno Dias, João Lourenço, Jaime Mota, António Chagas Rosa e João Paulo Santos.

Frequenta o mestrado em Ensino da Música na ESMAE. Integra a formação base do Coro Casa da Música, onde trabalha com maestros como Paul Hillier, Laurence Cummings, Olari Elts, Christoph König, Michail Jurowski, Baldur Brönnimann, Gregory Rose e Nicolas Fink.

Em Oratória e Concerto foi solista em: Magnificat de Bach, As Sete Últimas Palavras de Cristo na Cruz de Haydn, e Vésperas de Rachmaninoff (Paul Hillier); Paixão segundo S. João e Paixão segundo S. Mateus de Bach, Vesperae solennes de confessore de Mozart, Oratorio de Noël de Saint-Saens e Te Deum de Charpentier (António Vassalo Lourenço); Missa em Ré Maior de Dvořák (Martin Lutz); Serenade de Britten (Ernst Schelle); Vespro della Beata Vergine de C. Monteverdi (Fernando Miguel Jalôto), Lobgesang de Felix Mendelssohn (Vitor Matos), Requiem de Mozart e Missa S. Nicolai de Haydn e Dichterliebe de Schumann.

Em ópera, André apresentou-se em As Bodas de Fígaro, Bastien und Bastienne e Così fan tutte de Mozart, Orfeu nos Infernos de Offenbach, O pequeno limpa-chaminés de Britten, Madama Butterfly e La Bohéme de Puccini, O Rapaz de Bronze de Nuno Côrte-Real, Le Bourgeois Gentilhomme e Idylle sur la Paix de Jean-Baptiste Lully, Les arts Florissants de Marc-Antoine Charpentier, e As Guerras do Alecrim e Manjerona de António José da Silva.

21 de agosto de 2018

Partilhe
Share on Facebook
Facebook