André Carriço

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

André Carriço

Violoncelo

Natural da Póvoa de Varzim, André Carriço ingressou na Escola de Música da mesma cidade aos seis anos de idade tendo completado o 8º grau de violoncelo na classe dos professores Jorge Ribeiro e Raquel Ribeiro.

Em 2008, ingressou na Universidade do Minho onde adquiriu o grau de licenciado em Música, vertente instrumentista: violoncelo, tendo trabalhado soba a orientação de vários professores, nomeadamente, Marco Pereira, Paulo Gaio Lima e Pavel Gomziakov.

Ainda sob a orientação de Pavel Gomziakov, concluiu o Mestrado em Ensino de Música da Universidade do Minho com vista a obter a profissionalização que lhe traria a creditação necessária para a docência.

Em contexto de masterclasse de violoncelo teve a oportunidade de trabalhar com diversos professores, nomeadamente, Gary Hoffman, Alexander Kniazev, Paulo Gaio Lima, Maria de Macedo, e Miguel Rocha.

Foi professor das classes de Violoncelo, Formação Musical e Classe de Conjunto na Escola de Música Arnaldo Moreira, em São Pedro de Rates, Póvoa de Varzim, desde o ano letivo 2010/2011.

No ano letivo de 2013/2014, estagiou na Academia de Música de Método Suzuki “A Pauta”. No ano letivo de 2014/2015, tendo sido aprovado no seu trabalho, foi admitido a exercer o cargo de Professor de Violoncelo na mesma instituição, até à presente data.

É professor da classe de Violoncelo na Academia de Música de Espinho desde o ano letivo de 2016/2017. No mesmo ano letivo lecionou no Conservatório de Música de Coimbra as disciplinas de Violoncelo e Atelier.

No presente ano letivo iniciou a sua atividade como professor de violoncelo na Academia de Música de Costa Cabral assim como no Conservatório de Música de Seia.

Na sua vida artística, tem vindo a apresentar-se em concerto com diversas orquestras, nomeadamente, Orquestra Clássica de Espinho, Orquestra da Universidade do Minho, Orquestra de Jovens de Santa Maria da Feira, Orquestra Sinfónica da Póvoa de Varzim, Orquestra Sinfonieta e Orquestra Sinfonieta de Braga. Neste contexto teve a oportunidade de trabalhar sob a orientação de diferentes maestros, tais como, Alpaslan Ertungealp (assistente de Claudio Abbado), Pedro Neves, Cesário Costa, Juliàn Lombana, Jean Marc Burfin, Stefan Geiger, António Vitorino de Almeida, Tobby Hoffman, António Saiote, Osvaldo Ferreira, entre outros.

Foi aprovado para o lugar de Chefe de naipe nas provas para o projeto de verão de 2012 da Orquestra de Jovens de Bremen (Alemanha).

Demonstra um grande interesse na área da Música Historicamente Informada o que o levou a fazer parte do grupo Eros Ensemble que, por sua vez, se dedica à interpretação deste tipo de repertório.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook