Ana Vieira Leite, soprano natural de Braga

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Ana Vieira Leite

Soprano

Natural de Braga, Ana Vieira Leite, soprano, começou os estudos musicais no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga aos 5 anos e descobriu o Canto aos 15 anos com Liliana Coelho.

Os seu percurso passa por concertos em Portugal, Espanha, França, Suiça e Brasil em recitais a solo, em ópera e em Ensemble.

Ana Vieira Leite apresenta-se regularmente em ópera, oratória, lied, música contemporânea e em agrupamentos de música renascentista e barroca.

É membro basilar de “Bando de Surunyo”, com direção musical de Hugo Sanches, um ensemble especializado na interpretação de música dos séculos XVI e XVII.

Em setembro 2019 estreou-se como soprano solo no Grand Theatre de Genève na produção de Einstein on the Beach de Philip Glass e como Clorinda em Cenerentolina, uma adaptação para crianças da ópera Cenerentola de Rossini.

Em ópera interpretou Fiordiligi e Despina (Così Fan Tutte) by W.A. Mozart, Polly (The Threepenny Opera) – Kurt Weill, Cupidon (Orfée aux Enfers) – Offenbach, Spes (Ordo Virtutum) – Hildegard von Bingen, La Bohemienne (Les Fetes Venitiennes) – A. Campra e Clarina (La Cambiale di Matrimonio) – Rossini.

No seu repertório a solo com orquestra destaca-se a “4ª Sinfonia” de Gustav Mahler sob direção de Joana Carneiro e “Ruckert Lieder” de Gustav Mahler sob direção de Thomas Hauschild.

É licenciada em Canto, Pós-graduada em Ópera e Estudos Músico-teatrais e possui um Mestrado em Interpretação Artística pela Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo, ambos destacados com nota máxima e com orientação de António Salgado.

Em 2018 ganhou o 1º Prémio do “Concurso Internacional Cidade de Almada”, em 2017 o Prémio Helena Sá e Costa e em 2011, 2012 e 2013, o 2º Lugar no Concurso Nacional de Canto dos Conservatórios de Música. Em 2020, venceu o Concours International de Chant Baroque de Froville (França). O Forum Opera “Le Magazine du Monde Lyrique” destacou Ana Vieira Leite, “cujos recursos vocais e inteligência musical provocaram uma forte impressão”.

No seu percurso foi bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian (Portugal), da Fondation Mosetti (Suiça) e da Fundação GDA (Portugal).

Frequenta o último ano de Mestrado em Concerto na Haute École de Musique de Genève.

[ Bio publicada na Meloteca a 17 de setembro de 2020 ]

Partilhe
Share on Facebook
Facebook