Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Ana Maria Santos

Clarinete

Ana Maria Santos nasceu em Lisboa em 1984. Aos onze anos ingressou no Conservatório Metropolitano de Música de Lisboa, na classe de Étienne Lamaison.

É licenciada pela Academia Nacional Superior de Orquestra na classe do referido professor.

Em 2008 concluíu a pós-graduação em clarinete baixo, na classe de Harry Sparnaay, na Escola Superior de Música da Catalunha (Barcelona). No mesmo ano foi admitida na classe de Michel Arrignon na Escuela Superior de Música Reina Sofia (Madrid), sendo bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian e da Fundacón Albeniz. Nesta escola trabalhou com várias formações de câmara, orientadas pelos professores Marta Gulyas, Radovan Vlatkovic, Jacques Zoon, Klaus Thunemann e Hansjörg Schellenberger.

Sempre com o objectivo de aumentar o seu conhecimento e experiência no âmbito musical frequentou várias classes de aperfeiçoamento com professores de renome internacional, como Paul Meyer, Jonathan Cohler, Karl Leister, Yehuda Gilad, Philippe Cuper, Walter Boyckens, Romain Guyot, Joan Lluna, Venâncio Rius, Herman Stefansson.

Participou em orquestras como a Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra Sony da Escuela Superior de Música Reina Sofía, Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras e Orquestra da Universidade de Évora (aquando da sua digressão a França) que lhe deram a possibilidade de trabalhar com vários maestros, como Michael Zilm, Julian Reynolds, Max Rabinovitj, Ian Cober, Zoltan Kocsis.

Em Setembro de 2006, integrou o primeiro estágio da Orquestra Sinfónica Académica Metropolitana, onde trabalhou a obra Sagração da Primavera, sob a direcção do maestro Michael Zilm. Em Outubro do mesmo ano foi solista da Orquestra Académica de Lisboa, com a qual interpretou a Primeira Rapsódia de Claude Debussy, tendo sido dirigida pelo maestro Jean Marc Burfin. A experiência a solo repetiu-se em Maio de 2007 interpretando, desta vez , Concertino de Carl Maria von Weber.

No verão de 2007, fez parte da digressão da Zoltan Kodaly Youth World Orchestra, tendo feito vários concertos em Budapeste (Opera State House), Gàlanta e Bruxelas (Grand Place) sob a direcção do maestro Tamás Vásáry.

Entre 2006 e 2008 colaborou, como assistente do professor Étienne Lamaison, no projecto educativo da Fundação Calouste Gulbenkian. Este projecto consistiu numa série de oficinas de exploração e improvisação musical, destinadas a crianças, e que tiveram temas variados como Ligeti, em busca do tempo; Chostakovich – a carreira de um compositor; Messiaen e o canto dos pássaros; Stravinsky o visionário.

Em Maio de 2008 esteve em Paris com Étienne Lamaison para gravar um CD de música para crianças, compostas por Thierry Pécou, para a Éditeurs Gallimard (França).

Partilhe
Share on Facebook
Facebook