Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Ana Madalena Moreira

Soprano

Em Fevereiro de 2004, Ana Madalena Moreira editou um CD de Árias de Ópera – “Octaedrum” – que foi gravado com a Orquestra Metropolitana de Lisboa, sob a direcção do Maestro Manuel Ivo Cruz, com obras de Dvorák, Mozart, Marcos Portugal, Bellini, Donizetti, Verdi, Puccini, Rossini e Alfredo Keil.

Em Maio de 2002, no Teatro Camões, interpretou a personagem de Gilda na Ópera “Il Rigoletto” de Verdi.

Gravou um CD patrocinado pelo Ministério da Cultura, onde interpreta música dos compositores portugueses: Croner de Vasconcellos, Ivo Cruz e Vianna da Motta.

Aperfeiçoou a sua técnica vocal e interpretativa, em Viena, com a professora Karmmersängarin Ruthilde Boesch.

No âmbito do Lied a sua preferência em recital tem-se centrado em Richard Strauss, Schubert e Schumann, integrando também no seu repertório música de outros compositores tais como Ravel, Duparc, Fauré, Bizet etc.

O seu repertório estende-se igualmente a outras áreas tendo apresentado-se em concerto com interpretações de obras como “Missa em Dó M” de Mozart, “Stabat Mater” de Pergolesi, “Gloria RV 589” de Vivaldi, “Missa de Stª Teresa” de Haydn, “Requiem” de Domingos Bomtempo, Cantata de Bach “Jauchzet Gott in allen Landen”, “Exultate Jubilate” de Mozart, a Óratória “Jephte” de Giacomo Carissimi, a Oratória “Die Schöpfung” de Haydn e o ciclo “Schéhérazade” de Maurice Ravel, “Stabat Mater” de Rossini etc.

Em Outubro de 1998 frequentou a master-class com o professor Ted Puffer e foi finalista no “Concours Internacional d’Art Lyrique“ em França.

Apresentou-se na EXPO ‘98 interpretando “Madame Herz” da ópera “Schauspieldirektor”.

Estreou-se na Ópera interpretando a personagem de “Rainha da Noite” em Flauta Mágica de Mozart, a que se seguiram outras interpretações em óperas do mesmo compositor tais como em Rapto do Serralho, Don Giovanni e Idomeneo.

Obteve uma Menção Honrosa no III Concurso Nacional de Canto “Luisa Todi“ e, em 1995, foi seleccionada para a semi-final do Concurso Internacional Belvedere.

Gravou para a RTP e para a RDP.

Foi solista com a Orquestra Nacional do Porto, com a Orquestra Metropolitana de Lisboa, com a Orquestra do Norte, com a Orquestra Sinfónica Juvenil, com a Orquestra de Câmara de Cascais, com o Coro Polifónico Eborae Musica, com o Quarteto Lacerda e em duo com os guitarristas Piñeiro Nagy e Carlos Gutkin. Atuou em colaboração com os maestros Manuel Ivo Cruz, Christopher Bochmann, José Ferreira Lobo, José Atalaya, João Paulo Santos, Armando Vidal, Mats Liljefors, Günther Arglebe e Kodo Yamagishi bem como com os pianistas Lucjan Luc, Alessandro Misciasci, Michael Lobberegt, Eurico Rosado, Nicholas MacNair e Mariko Moritani, entre outros.

Tem desenvolvido a sua atividade através de recitais e concertos, em Portugal e no estrangeiro nomeadamente em Espanha, França, Bélgica e Áustria. Interpretou as Valsas de Brahms, o Cíclo “Italienisches Liederbuch” de Wolf, e a personagem “Dona Anna” na ópera Don Giovanni de Mozart.

Em Portugal, frequentou cursos de aperfeiçoamento com os professores Oliveira Lopes, Elsa Saque e Liliana Bizineche.

Frequentou os cursos de Verão na Internacional Sommerakademie Mozarteum, na Áustria, no âmbito dos quais trabalhou com os professores Elisabeth Schwarzkopf, Kerstin Meyer, Werner Hollweg e Rudolf Knoll. Aperfeiçou o seu repertório em Ópera Italiana com a professora Iris Adami-Corradetti.

É licenciada em Canto pela Escola Superior de Música de Lisboa, onde estudou com a professora Joana Silva, tendo ainda frequentado a classe da professora Olga Pratts.

É licenciada em Matemática. Foi um dos elementos fundadores do Coro da Universidade de Évora, tendo prestado colaboração direta ao então maestro e director artístico.

Nasceu em Faro, onde iniciou os estudos musicais. Em 1987 iniciou os estudos de canto com a professora polaca Marta Jaroszewicz.