Ana Elias carrilhanista

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Ana Elias

Carrilhão

Ana Elias (n. 1974, Lisboa) é carrilhanista e co-fundadora, directora cultural e professora de música da CICO – Centro Internacional do Carrilhão e do Órgão.
Ana Elias obteve a sua formação musical no Instituto Gregoriano de Lisboa.

Na Escola Real de Carrilhão “Jef Denyn” em Mechelen, Bélgica, obteve o diploma de carrilhanista com “Grande Distinção”. Concluiu o Mestrado em Música com agregação ao ensino no Lemmensinstituut em Leuven, também na Bélgica.

No Conservatório de Mechelen terminou o curso de órgão com “Grande Distinção”. Além de todo o seu percurso musical, Ana Elias possui também o grau de Mestre em Engenharia Geológica e de Minas pelo Instituto Superior Técnico.

Foi galardoada com o segundo prémio na “Competição de Composição para Carrilhão Jacques Redel” em Gent, Bélgica; o terceiro prémio na “Competição Internacional de Interpretação” em Springfield, Illinois nos EUA; e o segundo prémio na prestigiada “Competição Internacional de Carrilhão Rainha Fabíola” em Mechelen.

Com a irmã, Sara Elias, foi vencedora do Prémio Milénio Sagres-Expresso 2004 com o projecto de um carrilhão itinerante. Consequentemente, e juntamente com o pai, Alberto Elias, fundaram a CICO, com sede em Constância, e cujo lema é a “Divulgação do Carrilhão e do Órgão, da sua Música e da Arte de os Tocar”, materializando o seu objecto com a aquisição do Carrilhão LVSITANVS.

Na sua carreira contam-se inúmeros concertos de carrilhão executados no seu país, Portugal, e em vários outros países da Europa, E.U.A., Rússia, Nova Zelândia e Austrália. Com a sua irmã é frequentemente convidada como carrilhanista ou oradora em festivais e congressos internacionais de carrilhão.

A sua performance em carrilhão é possível ser ouvida num CD português gravado no carrilhão da Torre dos Clérigos, integrado no “Porto 2001 – Capital Europeia da Cultura”.

A Ana e a irmã formam o Lvsitanvs©, o único duo de carrilhão no mundo formado por irmãs carrilhanistas.

30 de outubro de 2018

Partilhe
Share on Facebook
Facebook